Nilza promete reabrir unidade de Ribeirão ainda este míªs – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |7 mayo, 2012

Indústria | Nilza promete reabrir unidade de Ribeirão ainda este míªs

Para controladora da companhia, só faltam autorizações do Daerp; assessoria do órgão afirma ter liberado documentosA indústria de laticí­nios Nilza…

Para controladora da companhia, só faltam autorizações do Daerp; assessoria do órgão afirma ter liberado documentosA indústria de laticí­nios Nilza voltou a remarcar a retomada das atividades na unidade de Ribeirão Preto. Segundo nota da assessoria da Airex Trading, atual dona da marca, a tradicional indústria deve começar a processar leite na unidade da rodovia Anhanguera ainda neste míªs.

Na sexta-feira (4), a assessoria informou que a Airex deve se pronunciar novamente nesta segunda-feira (7). Da decisão dependem pelo menos 100 pessoas que trabalharão no processamento e na produção de leite longa vida. A expectativa é de produzir 200 mil litros do produto por dia para abastecer o mercado interno. O passivo do laticí­nio é estimado em R$ 450 milhões.

Na nota, a empresa, que readquiriu o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) no Ministério da Agricultura e já contratou os funcionários necessários para a primeira etapa de operação, informa que o iní­cio das operações “depende de atuações e entendimentos do Departamento de ígua e Esgotos de Ribeirão Preto (Daerp), autarquia responsável pelo tratamento do esgotamento sanitário do municí­pio, e a OHL Meio Ambiente, grupo espanhol responsável pelos serviços de saneamento na cidade”. O Daerp e a OHL ainda teriam que emitir uma declaração necessária junto í  Cetesb, a companhia de abastecimento do estado.

Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura informa que o Daerp emitiu a autorização para o licenciamento ambiental e o documento já havia sido retirado pelos representantes da empresa. “Não há qualquer pendíªncia documental da Nilza com a Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio do Daerp”, informou a nota.

Segundo o advogado Lucas Terras Gonçalves, que representa os funcionários da empresa fechada em 2010, a representante judicial da Airex marcou para esta segunda a homologação do dissí­dio da categoria na Justiça do Trabalho. “A representante confirmou que a empresa deve começar a operar neste míªs”, disse o advogado.

Conforme ele, a pendíªncia estaria no fornecimento de embalagens pela Tetrapak. Essa empresa foi contatada também na sexta-feira, mas não retornou até o fechamento.

http://www.jornalacidade.com.br/editorias/economia/2012/05/05/nilza-promete-reabrir-unidade-de-ribeirao-ainda-este-mes.html

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas