Omissão sobre leite impróprio

#Omissão sobre leite impróprio

Rio -  A Defensoria Pública acusa empresa produtora de laticí­nios de ter tentado encobrir problema com leite desnatado impróprio para o consumo que foi para as prateleiras. Laudo do Instituto de Criminalí­stica Carlos í‰boli (ICCE) revelou que o lote o CDVM 19:46 do leite Elegíª â€œestá impróprio para o consumo e pode causar problemas de saúde”. O caso foi revelado nesta sexta por O DIA.

A perí­cia foi pedida pela Defensoria Pública, que recebeu dez denúncias de consumidores relatando ardíªncia e queimação na garganta após ingerir o produto. O órgão concluiu que a Elegíª sabia que lotes do leite apresentavam alterações como forte gosto de amargo, mas não alertou os consumidores para não consumir o produto.

“O laudo apontou alterações que podem trazer riscos í  saúde dos que beberam o leite. A empresa deveria ter alertado aos consumidores, mas houve uma tentativa de encobrir para que isso não causasse um problema na marca e queda de vendas”, afirma o defensor público Fábio Schwartz.

O defensor dará entrada em uma ação civil pública segunda-feira para que a empresa recolha os lotes do produto. Pedirá também que testem outros lotes em laboratório independente.

“Bebi o leite com café. Quando tive certeza que o gosto amargo era do leite, procurei a Elegíª. Quero saber o que tinha no leite, mas eles se negam informar”, afirma a microempresária Maura Freire Dantas, 62 anos. “Eles trocaram as caixas de leite e queriam me dar um livro de receita. Mas o que quero é saber o que havia na caixa que bebi”.

Em nota, a empresa Brasil Foods, proprietária da Elegíª, informou que “realizou análise laboratorial em amostras dos supostos lotes irregulares” e que “a análise não apontou alteração capaz de causar danos í  saúde ou í  integridade fí­sica dos consumidores”.

Dezenas de consumidores do Rio e de São Paulo relatam no site ‘Reclame Aqui’ queimação e gosto amargo no leite Elegíª desnatado. Schwartz orienta os consumidores que consumiram o produto a enviar sua queixa para nudecom@dpge.rj.br.
http://odia.ig.com.br/portal/rio/omiss%C3%A3o-sobre-leite-impr%C3%B3prio-1.448093

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top