Ordenha mecí¢nica vai dobrar produção de leite – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |19 abril, 2012

Indústria | Ordenha mecí¢nica vai dobrar produção de leite

A implantação de um projeto de ordenha mecí¢nica e resfriamento do leite vai mudar a rotina dos agricultores assentados na…

A implantação de um projeto de ordenha mecí¢nica e resfriamento do leite vai mudar a rotina dos agricultores assentados na antiga Fazenda Cambará, no municí­pio de Jacarezinho. Atualmente, alguns deles buscam as vacas leiteiras no pasto e as trazem para um curral improvisado, onde o leite é retirado em condições precárias.

O agricultor Sebastião Machado, que está no assentamento há tríªs anos, será um dos beneficiados com o projeto. Toda manhã, ele busca as seis vacas leiteiras no pasto para retirar o leite, manualmente. A produção, que chega a 50 litros por dia, é considerada pequena. O leite é levado í  Agrojac, uma associação de produtores de leite em Jacarezinho onde é resfriado.

Esta realidade, entretanto, deverá ser mudada nos próximos meses. A médica veterinária Michelle Santos Ferreira e a engenheira agrí´noma Lilian Nogueira Lino da Silva, funcionárias da secretaria de Agricultura de Jacarezinho, acreditam que a ordenha mecí¢nica irá dobrar a produção de leite no assentamento assim que for ativada.

O agricultor Sebastião Machado está confiante nesta possibilidade. ”A situação deve melhorar em 100% porque hoje a gente perde muito tempo para amarrar as vacas e tirar o leite; e com a ordenha mecí¢nica a gente vai retirar o leite em pouco tempo”, compara.

Além do leite, os agricultores assentados na propriedade produzem milho, arroz, feijão, mandioca e batata nos lotes que ocupam. A produção é usada para subsistíªncia e o excedente é vendido para o programa Compra Direta, da prefeitura, que recebe os alimentos dos pequenos agricultores e repassam para escolas e outras entidades do municí­pio.

Histórico

Uma área próxima í  Fazenda Cambará foi ocupada por agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) em 2006. Depois de muita negociação, a fazenda foi adquirida pelo Incra e liberada para ocupação definitiva das famí­lias em 2010.

No momento, alguns funcionários do Incra fazem a medição da propriedade para distribuir os lotes í s famí­lias que já estão no local. A estimativa é que cada uma das cerca de 70 famí­lias recebam uma área útil de 5 alqueires.
Fonte: Folha Web

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas