Parceria com o Governo resulta em doação de leite para entidades filantrópicas e abrigos

# Parceria com o Governo resulta em doação de leite para entidades filantrópicas e abrigos

Alinhando o crescimento do agronegócio com desenvolvimento social, foi firmada na manhã desta quarta-feira (11.07) uma parceria entre Governo de Mato Grosso e o Sindicato Rural de Cuiabá que irá beneficiar entidades filantrópicas e abrigos, responsáveis pelo atendimento de crianças, idosos e pessoas com problemas de saúde.

Cada unidade de atendimento deverá receber de 300 a 500 litros de leite produzidos durante a ordenha realizada no I Torneio Leiteiro da 48ª Expoagro. Dentre elas, o Abrigo Bom Jesus de Cuiabá, Hospital do Cí¢ncer, o Lar da Criança e Lar Doce Lar.

A expectativa é de que até o final do evento sejam produzidos cerca de cinco mil litros de leite, pelos 23 animais das raças Gir e Girolando participantes do torneio.

Para o secretário adjunto de Trabalho e Emprego da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistíªncia Social (Setas-MT), Jean Estevan Campos Oliveira, a iniciativa é de suma importí¢ncia por promover ganhos sociais e servir de referíªncia para outros municí­pios.

“O Governo do Estado está participando dessa ação e ampliando sua rede de atuação fazendo a doação para essas entidades, onde outras também poderão receber”, disse o secretário adjunto Jean Estevan, que na ocasião representava a secretária Roseli Barbosa. Já o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda, destacou o potencial produtivo do Estado. “Mato Grosso tem o maior rebanho bovino do Paí­s e é o maior produtor de carne, agora o Estado se prepara para ser também o maior produtor de leite, pois temos todos os ingredientes para isso, como número de animais, genética apurada e alimento para o gado”, disse o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda.

Também presente no lançamento da ação, o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf-MT), Luiz Alécio, disse que o governo realizá uma série de projetos para incentivar a produção leiteira de Mato Grosso e que o trabalho já está dando resultado. “Há dois anos nossa produção era de 1,2 milhão de litros de leite por dia, hoje já são produzidos 2,3 milhões e nossa meta até 2014 é chegar a cinco milhões de litros diariamente”. Ele também acredita, que “a criação de gado leiteiro no Estado deve crescer de forma substancial, pois temos alimento em abundí¢ncia e isso é um grande diferencial”.

O coordenador do I Torneio Leiteiro, Luciano Lacerda, disse que estão expostos na Expoagro 200 animais das raças Gir e Girolando “e mostramos através desse torneio e julgamentos que os produtores de Mato Grosso investem pesado no melhoramento genético”. Ele disse ainda que “essa agenda social criada em parceria com o torneio leiteiro é uma demonstração da importí¢ncia desse alimento vital para a vida, que é o leite e esperamos continuar com essa proposta nas próximas exposições”.

Todo leite das ordenhas estão sendo pasteurizados com outro parceiro voluntário do projeto que é a empresa Central do Inox, que montou uma pequena usina de leite no Parque de Exposições com equipamentos modernos. “Essa iniciativa social é muito importante, pois não estamos apenas mostrando o que comercializamos, mas contribuindo com entidades que realizam trabalhos tão importantes para o bem social”, disse o empresário í‰der Roberto de Paula.

A 48ª Expoagro segue até o dia 15 de julho, no Parque de Exposições de Cuiabá.
http://www.odocumento.com.br/materia.php?id=399206

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top