Pequenos laticínios credenciados agregam valor à produção de queijo – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |1 agosto, 2016

Indústria | Pequenos laticínios credenciados agregam valor à produção de queijo

Após o período de visitas às pequenas queijarias para orientação no sentido de adequar as instalações às normas sanitárias em conformidade com a legislação, a Superintendência de Agricultura e Pecuária da Prefeitura de Campos concede credenciais aos estabelecimentos que sanaram as exigências para a produção de derivados do leite.

O Programa de Apoio aos Produtores rurais viabiliza o funcionamento de pequenos laticínios e também unidades de produção artesanal de queijos. O Programa é integrado ao Programa Mais Leite e visa agregar mais valor à produção leiteira nas pequenas propriedades, nas glebas dos agricultores familiares dos Assentamentos do Incra e dos pequenos produtores rurais que criam gado de leite.

Por meio da Portaria de número 005/2016, da Superintendência de Agricultura e Pecuária, a Prefeitura de Campos , após sanadas exigências legais em decorrência do redimensionamento da planta industrial do Laticínio Supermilk, viabilizou o credenciamento  da empresa no SIM (Serviço de Inspeção Municipal) para  fabricar  produtos derivados do leite. A indústria de laticínio é situada na Estrada de Santa Rita, na localidade de Pernambuca, distrito de Ibitioca.

O superintendente, Eduardo Augusto Alves informa que a Portaria  005/2016 credencia a empresa a comercializar os derivados do leite, como queijos, em conformidade com o Decreto de número 267/2010, que regulamenta a inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal no município.

– Temos feito um trabalho, coma ações muito importantes dentro do Programa de apoio à Produção de Alimentos. No setor da pecuária leiteira desenvolvemos diversas ações como curso de qualificação profissional para os agricultores familiares e pequenos produtores envolvidos na atividade de queijaria. Para promover o desenvolvimento do setor, firmamos parcerias com o Sebrae e com a Visa (Vigilância Sanitária Municipal), informa Eduardo Alves.

O superintendente acrescenta que em Campos foram realizadas diversas oficinas sobre as condições legais para acondicionamento e comercialização das mercadorias. “No campo, os técnicos inspecionaram as instalações e deram orientações técnicas sobre as adequações necessárias nos locais de fabricação, bem como prestaram consultoria aos interessados em iniciar a atividade, sobre como montar as instalações”, conclui Eduardo Alves.

http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=36866

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas