Leite está mais caro com seca no Nordeste e cheia no Amazonas

#Portalacteo: Leite está mais caro com seca no Nordeste e cheia no Amazonas

Abastecimento vem de Rondí´nia e Sudeste e preço do produto varia até 62%.Manaus – A cheia do Rio Negro, a seca do Nordeste e a entressafra afetaram o preço do leite em Manaus. Normalmente dependente em grande parte das produções de outras regiões, o abastecimento local do produto e derivados ficou ainda mais defasado pelo comprometimento das áreas de pastagem. Atualmente, os fornecedores da cidade estão concentrados em Rondí´nia e em Estados do Sudeste do Paí­s.A dona de casa Judite Barbosa, 62, sentiu o aumento do valor do leite. Segundo ela, uma lata de leite em pó, que antes custava R$ 7, saltou para entre R$ 9 e R$ 10. O leite desnatado também sofreu reajuste, passando de R$ 8 para até R$ 13 (alta de 62%). “Está horrí­vel, tive que diminuir o número de latas que compro por míªs”, disse.

Segundo o gerente de compras do Nova, Era Magno Ferreira, a queda na produção de leite no Nordeste, devido í  severa seca, foi um dos influenciadores do aumento do preço. “Com a falta de produção de um lado, a demanda aumentou de outro e essa é a hora das indústrias ganharem, elevando o preço, que ficou acima de 12% mais caro”, explicou. O atacadista tem comprado o produto de Goiás e Minas Gerais.

A cheia histórica do Rio Negro também refletiu na alta do preço do leite. “Todos os anos ocorre a entressafra que ‘quebra’ a oferta de leite, mas nesse ano a queda está mais acentuada. O rebanho de gado de várzea está na área de terra firme devido í  indisponibilidade de pastagem”, disse o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Muni Lourenço.

http://www.d24am.com/noticias/economia/leite-esta-mais-caro-com-seca-no-nordeste-e-cheia-no-amazonas/64145

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top