#Portalacteo:Uruguai: Preço do leite cai para menor ní­vel desde dezembro de 2010 – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |20 septiembre, 2012

Indústria | #Portalacteo:Uruguai: Preço do leite cai para menor ní­vel desde dezembro de 2010

Em agosto, o preço de referíªncia médio recebido pelos produtores de leite do Uruguai foi de US$ 0,35 por litro,…

Em agosto, o preço de referíªncia médio recebido pelos produtores de leite do Uruguai foi de US$ 0,35 por litro, segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Leite do paí­s (Inale). Trata-se do menor valor desde dezembro de 2010.

Boa parte da queda no preço recebido pelos produtores uruguaios é explicada pelo crescimento da produção de leite no paí­s, combinada com uma baixa nos valores internacionais.

Nos primeiros oito meses de 2012, a oferta de leite foi de 1,233 bilhão de litros, 12,8% a mais que no mesmo perí­odo de 2011, segundo dados do Inale. Entretanto, o preço médio de exportação do leite em pó integral foi em julho de US$ 3.609/tonelada FOB, 8% a menos que no mesmo míªs de 2011.

No entanto, o preço de referíªncia do leite recebido pelos produtores de Santa Fé, uma das principais proví­ncias leiteiras da Argentina, foi em agosto de US$ 0,24 por litro. Nos primeiros sete meses de 2012, a captação de leite nas principais indústrias de lácteos da Argentina foi de 4,275 bilhões de litros, 7,4% a mais que no mesmo perí­odo de 2011, segundo dados da Subsecretaria do setor leiteiro do paí­s.

O principal fator que explica a perda de competitividade do setor leiteiro argentino é o crescimento progressivo dos custos de produção, combinado com uma desvalorização abrupta do valor da moeda local.

Na Argentina, a maior parte da oferta de leite é consumida no mercado interno. No Uruguai, por sua vez, acontece uma situação inversa e o principal processador e exportador de lácteos é uma cooperativa administrada pelos produtores, a Conaprole.

A reportagem é do www.valorsoja.com

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas