PR: produtores doam vacas para pesquisa na UEM - eDairy News

PR: produtores doam vacas para pesquisa na UEM

gado Jersey, que a cada ano conquista mais espaço na pecuária leiteira do noroeste paranaense, a partir de agora será objeto de pesquisa no curso de zootecnia da Universidade Estadual de Maringá (UEM). A Associação de Criadores de Gado Jersey do Paraná (ACGJ-PR), junto com a entidade de âmbito nacional, doou, durante a 46ª Expoingá, seis novilhas Jersey para a universidade.

De acordo com o presidente da associação, criador Marcelo de Paula Xavier, a entidade decidiu firmar convênio com a UEM “por saber da seriedade e qualidade das pesquisas desta universidade”. Segundo ele, os animais foram doados pelos próprios criadores, confiantes em que as pesquisas serão de grande importância para a aceitação da raça na região.

“Hoje estamos vivenciando uma nova era em que os consumidores buscam os produtos valorizando a qualidade. Temos certeza de que este novo padrão de consumo, de exigência, abre uma perspectiva muito positiva para que a cadeia produtiva do leite dê um novo salto”, disse o vice-reitor da UEM, professor doutor Júlio César Damasceno, que é professor do Departamento de Zootecnia.

De acordo com Damasceno, são incontestáveis as vantagens da raça Jersey na produção de leite, tais como rusticidade, fertilidade, precocidade, longevidade e eficiência produtiva. Segundo o vice-reitor, “a reputação dos produtos produzidos a partir do leite da raça Jersey, como os queijos, por exemplo, cresce a cada dia”.

 

Fonte: Milk Point

Autor: Milk Point

Imagem: O Diario

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top