PR: produtores recebem orientação para melhorar rentabilidade na criação de gado de leite – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |22 mayo, 2018

Leite | PR: produtores recebem orientação para melhorar rentabilidade na criação de gado de leite

Emater, Secretaria de Estado da Agricultura e Prefeitura de Toledo, com o apoio da empresa Zoetis Brasil, promovem na próxima quinta-feira (24), em Toledo,

 

Toledo/PR

Emater, Secretaria de Estado da Agricultura e Prefeitura de Toledo, com o apoio da empresa Zoetis Brasil, promovem na próxima quinta-feira (24), em Toledo, um encontro com produtores de leite do município para debater questões técnicas que afetam o desempenho reprodutivo do rebanho leiteiro e práticas de gestão capazes de contribuir de forma positiva com o resultado econômico da atividade. O evento acontece entre 13h30 e 16h, no Centro de eventos Ismael Sperafico. Os palestrantes serão o engenheiro agrônomo Luiz R. Faganello, da Emater, e o médico veterinário e criador de gado de leite Bruno Guilherme Soriano Moura, da Zoetis Brasil.

Toledo é um dos principais polos produtores de leite na região Oeste do Estado. Das quase 2,8 mil proprietários rurais existentes no município, 1,6 mil lidam com a bovinocultura de leite, produzindo todo ano cerca de 100 milhões de litros de leite. Segundo a Emater, 85% dos criadores são agricultores familiares, muitos deles atendidos pelos técnicos do Instituto, através de projetos estratégicos que buscam otimizar recursos para a produção sustentável, com produtividade e rentabilidade.

Segundo o gerente regional da Emater, Ivan Decker Raupp, embora a atividade leiteira se destaque na região, principalmente em função do volume de leite produzido, vários entraves técnicos precisam ser resolvidos para dar ao negócio melhor rentabilidade e sustentabilidade.

Na avaliação dele, um dos gargalos está relacionado à reprodução. “Novilhas que chegam à primeira cobertura com idade mais avançada e vacas com longos intervalos entre partos. Isso leva a um menor rendimento produtivo e afeta de forma significativa a rentabilidade do negócio em nível de propriedade”, comenta.

O extensionista relata, ainda, que existem vários fatores que afetam esse resultado reprodutivo dos bovinos de leite. “Aqui estão incluídos os cuidados com as bezerras e novilhas, desde o nascimento, em aspectos como nutrição, higiene e sanidade, e com as vacas em estágio reprodutivo, onde a nutrição equilibrada, o conforto térmico, o cuidado sanitário e a definição do momento exato da inseminação artificial fazem muita diferença”, detalha Ivan.

O engenheiro agrônomo Luis R. Faganello explica  que apesar do município ter um rebanho com boa genética,  animais com bom potencial produtivo, isso não tem garantido o sucesso econômico do negócio em todas as propriedades. “Então, ajustes são necessários.

Entre eles um bom planejamento forrageiro, para ter alimentação o ano todo; e uma nutrição equilibrada, definida em função da raça, do peso corporal do animal, da sanidade e do estágio de lactação. Isto, mais os cuidados especiais com a reprodução, pode levar o criador a ter maior produtividade e rentabilidade com o negócio leite”.

Fonte: Emater/PR

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas