Preço ao produtor de leite se mantém estável pelo 2º mês consecutivo, diz Cepea – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |29 diciembre, 2017

Leite | Preço ao produtor de leite se mantém estável pelo 2º mês consecutivo, diz Cepea

Produtor de leite – O preço do leite recebido pelo produtor se manteve estável pelo segundo mês consecutivo, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

 
O preço do leite recebido pelo produtor se manteve estável pelo segundo mês consecutivo, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O preço líquido médio do leite entregue em novembro e pago em dezembro foi de R$ 1,0006/litro (sem frete ou impostos), leve alta de 0,03% frente ao mês anterior e de 18% se comparado a dezembro de 2016.

“Ao considerar a média de 2017, o preço líquido pago ao produtor foi de R$ 1,1721/litro, queda de 8% frente à de 2016 (valores deflacionados pelo IPCA de nov/2017)”, disse o Cepea em nota. O valor considera as cotações médias nos Estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A expectativa do centro de pesquisas é de que em janeiro os preços sigam no mesmo patamar. “A relação entre oferta e demanda continua descompassada, cenário que dificulta prever o comportamento do mercado nos próximos meses. Ainda assim, vale acompanhar o mercado diário do leite UHT, o lácteo mais consumido no País. De acordo com pesquisas do Cepea, os preços diários do UHT têm oscilado na negociação entre indústria e atacado do estado de São Paulo, mas, especificamente de 4 a 27 de dezembro, houve queda acumulada de 7,4%, o que indica a instabilidade do mercado.”
Em dezembro, as variações mais significativas ocorreram em Santa Catarina (+1,76%), São Paulo (-1,86%) e Bahia (-1,27%). Os preços no Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais ficaram praticamente estáveis, com variações de 0,74%, 0,38%, 0,20% e -0,25%, respectivamente.

“O maior volume de chuvas no Sudeste e Centro-Oeste em novembro elevaram a captação em Minas Gerais, São Paulo, Bahia e Goiás. No entanto, os baixos preços praticados no Sul do País levaram à diminuição de 3,7% na captação do Rio Grande do Sul e à estabilidade em Santa Catarina (0,3%) e Paraná (0,9%) – o que segurou a alta do Índice de Captação de Leite (ICAP-L) do Cepea na média Brasil”, disse o Cepea.

De outubro para novembro, o ICAP-L aumentou 1,3%. “Mesmo com o crescimento controlado da captação neste final de ano, vale destacar que, de janeiro a novembro, o ICAP-L registrou alta acumulada de 7,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.”

https://www.istoedinheiro.com.br/preco-ao-produtor-de-leite-se-mantem-estavel-pelo-2o-mes-consecutivo-diz-cepea/

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas