Preço do #leite ao produtor sobe 2,08% em maio, informa Cepea – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |2 junio, 2014

Leite | Preço do #leite ao produtor sobe 2,08% em maio, informa Cepea

  São Paulo – O preço líquido do leite pago ao produtor (sem frete e impostos) teve alta de 2,08%…

 

São Paulo – O preço líquido do leite pago ao produtor (sem frete e impostos) teve alta de 2,08% em maio, a R$ 1,0203, em relação ao mês anterior. O aumento no preço médio nacional este mês é influenciado pela valorização no Sul do País, principalmente no Paraná, e em São Paulo, informam os pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). Segundo o Cepea, o preço do leite subiu com força (5,6%) no Paraná em maio, indo para R$ 1,1051/litro. Além da menor produção no Estado, a alta esteve atrelada à maior competição pela matéria-prima entre as empresas da região.

O preço bruto do produto (incluindo frete e impostos) subiu 1,92% em maio, a R$ 1,1046 o litro, em comparação com o mês anterior. A média de maio superou em 5,9% à do mesmo mês de 2013, em termos reais (deflacionados IPCA de abril/14), informa o Cepea, ressaltando que a cotação considera a ‘média Brasil’ (que pondera o volume captado nos Estados de BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP).

A alta no preço, que é típica em período de entressafra, por conta da menor produção de leite, não deve se sustentar nos próximos meses, segundo expectativas de agentes do mercado consultados pelo Cepea. Indústrias e cooperativas, em muitos Estados, relatam que a demanda pela matéria-prima arrefeceu, por causa das elevadas cotações dos derivados no atacado e no varejo.

Captação

De acordo com o Cepea, o Índice de Captação do Leite (ICAP-L) teve queda de 2,25% em abril, considerando-se os sete Estados que compõem a ‘média Brasil’. A Região Sul teve queda significativa na produção, de 7,07% em Santa Catarina, de 3,81% no Rio Grande do Sul e de 2,98% no Paraná. Para os próximos meses, a captação deve começar a se recuperar no Sul do País, com a oferta de forragens de inverno para o gado.

Os demais Estados também tiveram redução na produção leite, por conta da entressafra, com exceção de Minas Gerais, onde a produção se manteve praticamente estável, com ligeiro aumento de 0,5% em abril. Apesar da queda do ICAP-L, o Índice ainda superou em 14,3% o do mesmo mês de 2013.

G1

 

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas