Preço do litro de leite tem alta de mais de 30% em 1 mês – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |11 julio, 2016

Indústria | Preço do litro de leite tem alta de mais de 30% em 1 mês

O preço do leite aumentou pouco mais de 30% entre maio e junho, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), e a caixinha de um litro pode ser encontrada a R$ 3,96, em média, de acordo com pesquisa do CORREIO de Uberlândia nos supermercados da cidade.

A elevação do valor está ligada à queda na produção, principalmente, neste ano.

Os números do Cepea mostram que o preço médio do leite no atacado variou de R$ 3 para R$ 4 em um mês. Essa flutuação é semelhante aos valores cobrados pelo litro do leite em seis supermercados consultados pela reportagem. Os preços médios nesses estabelecimentos oscilaram entre R$ 3,50 e R$ 4,14. O levantamento foi feito levando em consideração pelo menos duas marcas diferentes de leites nos comércios locais.

Desde o início do ano, segundo o subgerente de um atacarejo de Uberlândia Cristiano José de Lira, o estabelecimento contabilizou um crescimento médio de 15% do valor do produto. “Ainda temos estoques e tentamos não repassar os aumentos ao cliente. Mas, em um mês ou dois, quando esses estoques acabarem, os preços serão reajustados”, disse.

08-07-A03Assim que o mercado sinalizou elevação do valor do leite, o gerente de um supermercado José Carlos Silva tentou estocar o produto para não precisar repassar a alta ao consumidor. “Isso porque não trabalhamos com atacados, senão o estoque já tinha acabado. Mesmo assim, compramos cerca de 30% mais caro”, disse.

Segundo o gerente de outro supermercado Cleivon Guerra, além do aumento nos preços, com a queda na produção de leite, a empresa está oferecendo menos variedades de laticínio para os consumidores. “Tem algumas distribuidoras que não estão conseguindo entregar o produto toda semana”, disse.

Derivados

Guerra disse também que há um aumento geral nos valores de laticínios praticados em Uberlândia, com destaque para a muçarela. De acordo com o Cepea, a elevação entre maio e junho foi de 10,7% nos preços no atacado. Na pesquisa do CORREIO, o preço médio foi de R$ 22,7 na compra a granel.

Queda na produção provoca o aumento

De acordo com o diretor administrativo da Cooperativa Agropecuária de Uberlândia (Calu), Marino Santos de Resende, o mercado brasileiro tem seguido uma tendência inversa, de alta no preço do leite, ao que acontece atualmente no exterior. Ele disse também que o principal responsável por essa elevação foi a queda de produção aliada a um aumento dos valores dos insumos de tratamento da vaca produtora.
“O que pode balizar esse preço é a renda do consumidor, que já está comprando menos, além da possibilidade de importação do produto”, disse Resende.

O consultor em agronegócio José Maurício de Souza Pádua afirmou que o valor pago pelo leite vinha sendo baixo e, por não cobrirem custos, muitos produtores deixaram a atividade e também houve abate de matrizes para aproveitar o bom preço da carne. “Até que sejam formados planteis novamente, acredito que a redução dos preços aconteça só a partir de 2018”, afirmou.

correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/preco-do-litro-de-leite-tem-alta-de-mais-de-30-em-1-mes/

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas