Produção em queda e mais um mês de alta do leite ao produtor - eDairy News

Produção em queda e mais um mês de alta do leite ao produtor

 

 

Considerando a média nacional, o produtor recebeu R$1,108 por litro de leite. Em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento é de 16,6%, em valores nominais.

A produção em queda e a concorrência entre os laticínios seguem como principais fatores de alta do preço do leite no mercado interno.

Segundo o Índice Scot Consultoria de Captação, na média nacional, a produção caiu 2,6% em junho deste ano, em relação a igual período do ano passado.

Em curto prazo espera-se aumento da produção no Sul do país e em Minas Gerais, mas os incrementos deverão ser mais comedidos este ano, em função dos menores investimentos e gastos por parte do produtor na atividade, além de questões climáticas.

Cabe destacar que o cenário do lado demanda ainda é de cautela em todo o país. Ou seja, a pressão de alta é em função da menor disponibilidade de matéria-prima no mercado interno e não por causa de uma demanda aquecida.

Para o pagamento de julho (produção de junho), 80% dos laticínios pesquisados acreditam em alta dos preços ao produtor e os 20% restantes falam em manutenção.

A expectativa é de mercado firme em curto e médio prazos em todo o país.

http://www.noticiasagricolas.com.br/analises/leite-scot/175881-producao-em-queda-e-mais-um-mes-de-alta-do-leite-ao-produtor.html#.V3upe6JlFsV

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top