Produtores contestam subsídio por cessação de quota e pedem à Proleite

Produtores contestam subsídio por cessação de quota e pedem à Proleite mais apoios

Os produtores de leite contestam a atribuição, por parte da Proleite, de dez cêntimos por litro a quem cesse a quota de produção interna. Comissão de Produtores de Leite diz que “este não é o caminho”

 

A Comissão de Produtores de Leite do Litoral Centro contestou esta segunda-feira a atribuição, por parte da Proleite, de dez cêntimos por litro a quem cesse a quota de produção interna e reivindicou a melhoria de condições para os associados. “Saiu uma nota interna por parte da Proleite [Cooperativa Agrícola de Produtores de Leite] para [os associados] deixarem de produzir. No nosso entender, é grave. Em vez de ajudarem os agricultores com melhores preços para a produção, estão a arruiná-los”, disse à Lusa Albino Silva, da Comissão de Produtores de Leite.

De acordo com o responsável, a Proleite alega “problemas de mercado” e está a colocar os produtores “entre a espada e a parede”, de modo a aceitarem a proposta. Apesar de não especificar números, Albino Silva indicou que a medida em causa aplica-se a todos os associados que produzam, anualmente, 200 mil litros de leite. Os produtores consideram que o valor atribuído é “simbólico” e garantem que vão continuar a contestar a proposta, apesar de ainda não indicarem quais vão ser as formas de luta.

“Este não é o caminho. A Proleite tem o papel de defender os seus associados que, com muito sacrifício, ajudaram o movimento cooperativo”, notou. Contactada pela Lusa, fonte da Proleite confirmou tratar-se de uma “decisão interna” e remeteu mais esclarecimentos para a administração da cooperativa que, até ao momento, não se pronunciou.

observador.pt/2018/04/02/produtores-contestam-subsidio-por-cessacao-de-quota-e-pedem-a-proleite-mais-apoios/

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top