Produtores de #leite cultivam centeio para garantir a alimentação do gado

Produtores de #leite cultivam centeio para garantir a alimentação do gado

Produtores de leite de Itapeva (SP) se preparam para não terem queda na oferta durante o inverno na região. Eles investiram no cultivo do centeio na alimentação do gado em substituição ao capim.

Planta substitui o capim durante os meses de outono e inverno na região. Centeio também é mais rico em nutrientes em comparação ao capim.

 
Produtores de leite de Itapeva (SP) se preparam para não terem queda na oferta durante o inverno na região. Eles investiram no cultivo do centeio na alimentação do gado em substituição ao capim. Além de ser resistente ao frio, o centeio também é mais rico em nutrientes, o que deve manter a produtividade nos rebanhos.

Em 2013, por causa das baixas temperaturas, o capim Рbase da alimenta̤̣o do gado leiteiro- foi prejudicado pelas geadas. Com menos alimento e de menor qualidade, a produtividade caiu. Segundo os produtores, a redṳ̣o chegou a 50% da capacidade.

Com a previsão de baixas temperaturas para este inverno, produtores buscam opções para substituir o capim e não deixar a produção de leite cair. O presidente do Sindicato Rural de Itapeva, Dagoberto Mariano César, explica que a redução da oferta do capim na alimentação dos animais no inverno ocorreu porque a planta é sensível ao frio. “O capim da nossa região é o capim de verão. Quando chegam os meses de outono e inverno, algo em torno de quatro ou cinco meses, o capim não se desenvolve porque falta luz. Nesse período então o produtor precisa colocar uma suplementação, uma reserva para o gado”, comenta.

Segundo estudos feitos por agricultores com base no o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na região de Itapeva há aproximadamente 350 propriedades produtoras de leite. Cerca de 5,5 mil cabeças de vacas leiteiras produzem, em média, 1,5 milhão de litros ao mês, o que se aproxima de 20 milhões ao ano.

A utilização do centeio como alimentação para animais é uma prática muito comum no Paraná. Já no Estado de São Paulo ele começou a ser utilizado com maior volume apenas este ano. O produtor José Carlos dos Santos está otimista. Na propriedade dele são produzidos 145 litros de leite ao dia. De olho nos próximos meses, ele comprou um terreno de três hectares para plantar centeio. “Nós plantamos isso aqui no começo de abril, planejando a chegada do frio. Se a gente não se preparar, na hora em que acontece a queda da produção do capim, o produtor vai ter que comprar comida para o gado longe. Mas a gente já tendo o pasto fica mais fácil de trabalhar. O pasto de centeio é o seguinte: quando mais esfria, mais bonito ele fica”, explica.

http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetininga-regiao/noticia/2014/06/produtores-de-leite-cultivam-centeio-para-garantir-alimentacao-do-gado.html

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top