Produtores de #leite em Mato Grosso cobram investimentos no setor

Produtores de #leite em Mato Grosso cobram investimentos no setor

Alternativa é a implantação de um fundo para levantar recursos. Estado espera se tornar um dos maiores produtores de leite do país.

 

Produtores de leite em Mato Grosso cobram a implantação de um fundo para levantar recursos visando o desenvolvimento do setor. A ideia, de acordo com a Associação dos Produtores de Leite (Aproleite), era que o pecuarista pagasse R$ 0,50 ao fundo para cada litro de leite entregue à indústria. A estimativa era arrecadar entre um R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões por ano no estado.

O diretor-executivo da Aproleite/MT, Carlos Augusto Zanata, um documento reúne 879 assinaturas de produtores de todas as regiões do estado favoráveis a implantação do fundo. Ele lembra que em 2012, os produtores que contribuíssem espontaneamente com o fundo proposto pelo setor eram isentos da taxa de segurança alimentar e produtividade do leite criada pelo governo. No entanto, a medida perdeu eficácia dois meses depois.

Além do fundo, o setor carece de pesquisas para o acesso as novas tecnologias, além da falta de assistência técnica. O diretor-executivo da Aproleite explica que o produtor mato-grossense ainda não tem o preparo para aproveitar a tecnologia disponível. “Por exemplo, o produtor tem um animal que produz 20 litros de leite/dia, mas com a pastagem degradada e a falta de silagem para o período de seca, a eficiência da produção da vaca reduz para 8 litros de leite ao dia”, conta.

Zanata ressalta que o alto padrão genético é necessário para manter o potencial de crescimento do setor. “Temos condição de estar entre os maiores produtores de leite do país. Mas falta informação para o pecuarista”, diz. Atualmente, Mato Grosso é o 8º na produção de leite do Brasil, somando 780 milhões de litros por ano. O primeiro lugar é ocupado por Minas Gerais, com produção anual de 6 bilhões de litros de leite.

http://g1.globo.com/mato-grosso/agrodebate/noticia/2014/05/produtores-de-leite-em-mato-grosso-cobram-investimentos-no-setor.html

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top