Produtores de leite vivem drama com a paralisação

Produtores de leite vivem drama com a paralisação

Após a reunião reservada com o presidente Michel Temer na manhã deste domingo (27), ministros do gabinete de crise estão na expectativa do fechamento de um novo acordo com os caminhoneiros.

Antes do encontro com o presidente, os ministros do grupo se reuniram para fazer uma avaliação dos desdobramentos da greve.

Cogitou-se, então, de o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) voltar para São Paulo, onde esteve na noite de sábado, para fechar o novo acordo com os caminhoneiros.

Mas, na reunião com o presidente, decidiu-se que o ministro irá somente depois de fechado o acordo.

A percepção no governo é que se abriu uma interlocução importante entre o governador Márcio França (PSB) e líderes dos caminhoneiros.

Como resultado da reunião em São Paulo na noite de sábado, Marun levou para Brasília as propostas de um novo acerto com os caminhoneiros, entre as quais:

  • garantia de que o desconto de 10% no valor do diesel chegue na bomba
  • ampliação do prazo de vigência do desconto no preço do combustível de 30 para 60 dias
  • suspensão do pedágio em todo país para eixo elevado dos caminhões, medida já acertada pelo governo de São Paulo com os caminhoneiros.

Ao blog, o governador Márcio França demonstrou otimismo. Questionado sobre as chances de um novo acordo, disse que é “de 99,99%”.

Na última quinta-feira, o governo fechou um acordo com representantes de entidades do setor de transporte de carga, que acabou não sendo cumprido, e depois identificou ter escolhido os interlocutores errados.

Fonte: G1

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top