Produtores ganham ‘aumento’ de 10%, mas no mercado alta supera 22% - eDairy News

Produtores ganham ‘aumento’ de 10%, mas no mercado alta supera 22%

Os produtores de leite do Paraná estão, aos poucos, recuperando o capital perdido. Em janeiro o valor do litro recebido girava em R$ 1,05 – 12,5% a menos que o mesmo período de 2017 e 20,4% a menos que em julho do mesmo ano. Já em abril deste ano, a média foi de R$ 1,15 por litro – 9,5% a mais que o início de ano.

Os dados são do Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral) e, conforme análise do médico veterinário Fábio Mezzadri, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab), a reação no preço está ligada à queda na captação do produto e também à maior concorrência entre laticínios.

“De acordo com alguns levantamentos, a produção vem caindo desde dezembro de 2017. Segundo informações de algumas empresas do mercado, a produção aferida em dezembro de 2017 foi 3% a 4% menor do que os volumes produzidos em dezembro de 2016 (considerando os mesmos produtores)”, destacou o analista, em documento publicado pelo Deral.

Essa queda é reflexo de alguns fatores que começaram ainda em 2016, como a alta nos preços do milho e da soja, o que desestimulou a produção leiteira devido ao aumento dos custos de produção, na avaliação do especialista, que destaca ainda o decrescente consumo dos lácteos pelos supermercados.

Um dos impactos diretos dessa menor produção é a alta do leite UHT nos supermercados. Conforme levantamento do DERAL de janeiro a abril de 2018, o preço do produto subiu 22,1% no varejo. Entre março e abril, a ‘inflação do leite’ foi de 8%, com média passando de R$ 2,35 para R$ 2,54 por litro.

Autor: Gazeta do Povo/ Imagem: Gazeta do Povo
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top