Produtores investem em melhoria genética para rebanho bovino de Nova

Produtores investem em melhoria genética para rebanho bovino de Nova Mamoré

Município é a segunda maior potência de Rondônia em quantidade de rebanho. Inseminação artificial aumenta produtividade de carne e leite, diz Emater.

Os produtores rurais estão investindo em tecnologia de melhoramento genético para aumentar a produtividade dos rebanhos de corte e leiteiro em Nova Mamoré (RO), que atualmente é a segunda maior potência do estado com aproximadamente 700 mil bovinos, segundo aponta o 43º relatório de vacinação contra a febre aftosa feito de outubro a novembro deste ano pela Agência de Defesa Sanitária Agrossilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron).

De acordo com a Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), nos últimos cinco anos os produtores têm investido no melhoramento genético dos animais através de inseminação artificial, produção de alimentos e controle mais rigoroso da qualidade da carne e do leite produzido.

Anualmente são acompanhadas mais de 800 famílias que vivem dessas duas atividades agropecuárias. O cruzamento genético com melhores embriões aumenta a produtividade da carne e do leite, levando em consideração que os animais criados são de alto rendimento.

O 43º levantamento feito pelo Idaron diz que Rondônia tem mais de 14 milhões de cabeças de gado, sendo que 73,37% são de corte e 99,95% foram vacinados dentro do prazo. Nova Mamoré perde apenas para a capital Porto Velho em quantidade de rebanho de corte e apenas para a cidade de Jaru (RO) no que diz respeito à produção leiteira.

https://g1.globo.com/ro/guajara-mirim-regiao/noticia/produtores-investem-em-melhoria-genetica-para-rebanho-bovino-de-nova-mamore.ghtml

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top