Produtores investem R$ 1,2 milhão em ordenhadeiras mecí¢nicas

Produtores investem R$ 1,2 milhão em ordenhadeiras mecí¢nicas em São José do Rio Claro

Com recursos na ordem de R$ 1,2 milhão do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) – Programa Mais Alimentos, doze produtores rurais do municí­pio de São José do Rio Claro (315 km a Médio-Norte de Cuiabá) estão implantando em suas propriedades ordenhadeiras mecí¢nicas e ampliando o plantel com vacas leiteiras, da raça girolanda com produtividade média de 20 quilos de leite/dia. Cerca de 30% dos agricultores exercem a pecuária leiteira como atividade econí´mica na região.

O técnico agropecuário da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistíªncia e Extensão Rural (Empaer), Evaldo de Castro, fala que num total de 400 produtores rurais, 120 fazem parte da cadeia produtiva do leite com uma produção média de 12 mil litros de leite dia. Ele explica que seis produtores financiaram recursos na ordem de R$ 130 mil e o restante em torno de R$ 65 mil. Cada produtor vai adquirir uma ordenhadeira, 15 vacas e um resfriador com capacidade para armazenar mil litros de leite.

O produtor de leite, Clemir Pereira Zeri, conhecido por Tato, teve uma vaca leiteira, da raça Jersey Holanda, vencedora do último Torneio Leiteiro no municí­pio, com uma produção de 49,7 quilos de leite, em dois dias de ordenha. Ele possui uma propriedade de 40 hectares, com 170 cabeças de vacas da raça Jersey e uma produção de 24 mil litros de leite míªs. A intenção do produtor é ampliar o plantel e chegar em 2013, com 200 vacas.

Ele conta que comercializa a produção por R$ 0,70 o litro, para o laticí­nio do municí­pio de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte da Capital). Segundo Tato, possui um plantel de bovinos com genética melhorada e uma produção que varia de 18 a 30 litros de leite dia, por vaca. “Trabalho há 30 anos, com a pecuária de leite e considero a atividade rentável”, enfatiza Clemir.

Conforme Evaldo, para manter a viabilidade econí´mica, crescimento da bovinocultura de leite no municí­pio e solucionar dúvidas, acontece no dia 30 de maio, uma palestra sobre nutrição animal, pastagem rotacionária, ração de qualidade e cuidados com a alimentação no perí­odo da seca. A palestra será proferida pelo doutor em Nutrição Animal, Tiago Alves Prado. O evento será realizado na Casa da Amizade.

O diretor técnico da Empaer, Almir de Souza Ferro, destaca que no Estado de Mato Grosso existem 140 mil unidades familiares e 30% delas, ou seja, 42 mil, exploram a atividade leiteira com um plantel de um milhão de cabeças de bovino de leite. Ele enfatiza que a atividade é atrativa, rentável e com remuneração rápida. Segundo Almir, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf) e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB/MT) estão treinando 60 técnicos para prestar atendimento aos produtores de Mato Grosso.

http://www.sonoticias.com.br/agronoticias/mostra.php?id=52528

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top