Queijo de 340 anos é descoberto em navio naufragado no litoral sueco – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |29 julio, 2016

Negócio | Queijo de 340 anos é descoberto em navio naufragado no litoral sueco

O queijo foi descoberto dentro de um recipiente hermeticamente fechado

Os mergulhadores que acharam os restos do “Kronan”, um navio de guerra afundado em 1676 em frente ao litoral sueco, esperavam encontrar moedas, diamantes e estátuas, mas acabaram encontrando um tesouro mais fascinante: um queijo.

A misteriosa pasta, com odor de levedura e roquefort, e uma textura parecida com a de foie gras, foi descoberta dentro de um recipiente fechado hermeticamente.

“Acreditamos que é um produto lácteo. E, ao contrários dos outros, este tem um odor bastante agradável”, comentou Lars Einarsson, chefe da missão de exploração.

As condições nas quais o queijo foi achado são ótimas: o Mar Báltico tem pouco sal e o recipiente está sepultado sob uma camada de sedimentos, uma espécie de “capa de cerâmica”, que o preservou da corrosão durante séculos, segundo o arqueólogo.

O queijo do “Kronan”, um navio que explodiu durante uma batalha naval entre a frota sueca e a marinha dinamarquesa-holandesa, será analisado pela Universidade Agrícola de Uppsala, perto de Estocolmo.

O “Kronan” foi descoberto em 1980 por Anders Franzen, e nos últimos anos os exploradores retiraram cerca de 30.000 peças, entre canhões, cofres, malas, diamantes, moedas de ouro e, inclusive, farinha e vinho.

http://istoe.com.br/queijo-de-340-anos-e-descoberto-em-navio-naufragado-no-litoral-sueco/

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas