Queijos produzidos no Entorno são premiados em concurso nacional

Queijos produzidos no Entorno são premiados em concurso nacional

O Tetinha Bêbada e o Tetinha de Casca Lavada faturaram medalhas no concurso promovido pela Comer Queijo

Dois queijos brasilienses ganharam medalha de ouro e prata em uma das categorias do concurso promovido no Sabores da Mesa, em São Paulo. A responsável pelo Tetinha Bêbada (ouro) e o Tetinha Casca Lavada (Prata) é Marina Cavechia, colunista do Metrópoles.

As delícias são produzidas na Fazenda Vereda São João, em Alexânia (Goiás). Marina, uma vez por semana, vai ao local fazer os queijos. “O leite é produzido lá mesmo. Sai da vaca direto para a queijaria”, conta.

O Tetinha Bêbada passa duas semanas em uma cerveja quadrupel belga. O outro quitute é feito com leite cru, curado por dois meses, e tem a casca lavada com uma solução durante o processo de curagem.
Borrifo a solução, em dias alternados, escovo e enxugo. Os queijos ficam em temperatura controlada e desenvolvem uma textura bem cremosa, com cheiro intenso, e um pouco amanteigado. Por fora, cria uma casca vermelha.”
Marina Cavechia
A premiação, ocorrida durante o evento Sabores da Mesa, foi promovida pela Comer Queijo – Associação dos Comerciantes de Queijo Artesanal do Brasil. Ao todo, 403 laticínios participaram da premiação.

Queijos produzidos no Entorno são premiados em concurso nacional

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top