RN: Estado quer mais leite e melhor preço para os produtores – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |28 mayo, 2012

Leite | RN: Estado quer mais leite e melhor preço para os produtores

íšnico Estado brasileiro a pagar o Programa do Leite diretamente aos produtores, o Rio Grande do Norte não pensa em…

íšnico Estado brasileiro a pagar o Programa do Leite diretamente aos produtores, o Rio Grande do Norte não pensa em privilégios. Quer apenas que o Governo Federal dispense o mesmo tratamento dado aos outros Estados. O RN recebe apenas 20% dos custos do programa. Os outros 80% são bancados pelo Governo do Estado. Nos demais Estados, a situação é inversa. “O que queremos é tratamento igual”, cobrou a governadora Rosalba Ciarlini ao secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Marcelo Carbona.

A Governadora concorda com o deputado Henrique Alves que a exigíªncia de tratamento igualitário é apenas direito dos potiguares e que por isso, não deve ser questionada. “Precisamos que o Governo Federal entenda que nosso Estado merece a mesma atenção”, insiste Rosalba, adiantando que a ampliação dos recursos permitirá que o programa que hoje atende 107 municí­pios chegue a outros 50.

E, mais que o aumento dos 150 mil litros distribuí­dos por dia, o Governo quer criar condições para dar o reajuste pedido pelos produtores. Atualmente o Governo Estadual paga R$ 0,83 pelo litro do leite. O MDS está estudando subir de R$ 0,74 para R$ 0,86 o litro do leite de vaca. Só depois disso é que o novo preço será definido pelo Governo Estadual. O leite de cabra também deverá ser reajustado. Os valores ainda vão ser definidos para todos os Estados.

O secretário Marcelo Carbona pediu um míªs para dar resposta aos pleitos levados pela governadora Rosalba Ciarlini, deputado Henrique Alves, secretário Betinho Rosado e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faen), José ílvares Vieira. Diante do quadro de estiagem, a Governadora pediu pressa e o secretário do MDS ficou de antecipar o prazo. “Nos últimos 20 dias, com a seca, todos os insumos para o rebanho subiram de preço. O farelo de soja, por exemplo, passou de R$ 46,00 para R$ 62,00”, argumentou o presidente da Faern.

Fonte: Governo do Rio Grande do Norte

http://www.oleite.com.br/MercadoNoticia.aspx?codigoNot=SmtgxPm14Lo=&title=RN:+ESTADO+QUER+MAIS+LEITE+E+MELHOR+PRECO+PARA+OS+PRODUTORES

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas