RS libera R$ 32,5 milhões para cooperativa Languiru

#RS libera R$ 32,5 milhões para cooperativa Languiru

Recursos são do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul

O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta sexta, dia 26, a liberação de uma linha de crédito de R$ 32,5 milhões para a cooperativa Languiru, que tem unidades nos municí­pios de Teutí´nia, Westfália e Estrela. Os recursos são do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Do total, R$ 7,58 milhões serão destinados para investimentos na nova unidade de suí­nos e fábrica de rações, e os outros R$ 25 milhões para a formação de capital de giro da cooperativa.

Para o capital de giro, a operação foi realizada por meio da integralização de quotas partes por 625 associados, no valor de R$ 40 mil de cada associado. O sistema deverá ser utilizado também para a capitalização da unidade de laticí­nios, que deve receber outros R$ 25 milhões, informou José Hermeto Hoffmann, diretor administrativo no Rio Grande do Sul do BRDE. A nova operação ainda não tem prazo para ser confirmada. Com a liberação de hoje e outros recursos assegurados antecipadamente, o novo frigorí­fico da Languiru recebe do BRDE um total de R$ 41 milhões.

A Cosuel, com sede em Encantado, também teve a confirmação de que receberá R$ 5 milhões para aquisição de máquinas e equipamentos, via Programa de Sustentação do Investimento (PSI). O maquinário será destinado í  nova unidade de produção de leite em pó da cooperativa, inaugurada em junho deste ano.

Fonte: Estadão

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top