SC precisa exportar leite para dar conta do crescimento da produção

SC precisa exportar leite para dar conta do crescimento da produção

Os produtores de leite tanto de Santa Catarina quanto do Brasil vivem um momento de crise, com queda de preço, o que tem gerado protestos tanto no estado, quando em outras regiões. De acordo com o secretário adjunto da Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies, no momento a crise é provocada por uma redução de 5% no consumo nacional, no primeiro trimestre, aliado a um aumento de produção de 6% no país, no primeiro semestre, que chegou a 10% na região Sul.

Também houve um acréscimo das importações no ano passado, chegando a 7,5% do consumo nacional, mais que o dobro da média histórica, que fica entre 2 a 3% da produção. Além disso alguns mercados importadores, como a Venezuela, reduziram as compras de 46 mil toneladas para 2,9 mil toneladas no primeiro semestre. Com tudo isso sobrou leite.

Spies disse que a importação de leite já diminuiu em virtude da queda dos preços e o consumo deve ter uma pequena reação, embora no verão deve cair novamente pois é um período de menor consumo. Ele aponta que uma das medidas necessárias a curto prazo é o Governo Federal comprar leite e distribuir para programas sociais.

Mas a solução a médio e longo prazo é exportar. Para isso o Brasil precisa melhorar a qualidade, reduzir custos e melhorar a logística. Spies disse que o Sul é a região mais próxima para atender esses pré-requisitos. E citou que no frango, por exemplo, não é preciso restringir importações pois nosso produto é competitivo no mundo inteiro

http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/de-ponto-a-ponto/noticia/2017/10/sc-precisa-exportar-leite-para-dar-conta-do-crescimento-da-producao-9953391.html

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top