ÔĽŅ Semex leva grupo de 36 brasileiros em tour pela pecu√°ria leiteira

Semex leva grupo de 36 brasileiros em tour pela pecu√°ria leiteira do Canad√°

 

Grupo visitou as principais regi√Ķes produtoras de leite do pa√≠s
Para conhecer a pecu√°ria leiteira do Canad√°, uma comitiva brasileira, formada por 36 criadores, profissionais do setor e jornalistas, visitou fazendas, central de coleta e exposi√ß√Ķes canadenses. O grupo fez parte do Semex Tour Royal Winter Fair, que come√ßou em 3 de novembro e finalizou no √ļltimo domingo, 12 de novembro, passando pelas principais regi√Ķes produtoras de leite do pa√≠s. Todas as propriedades visitadas utilizam a gen√©tica dos touros da ra√ßa Holandesa comercializada pela Semex, a maior empresa de gen√©tica do mundo e que, no mercado brasileiro √© representada pela Semex Brasil.

A comitiva brasileira j√° passou pela CIAQ (Central de Insemina√ß√£o Artificial de Quebec), de propriedade da Semex, localizada em Drummondville, na prov√≠ncia de Quebec. O local conta com um museu sobre a pecu√°ria leiteira e, dentre as suas principais atra√ß√Ķes, est√° o t√ļmulo do touro Hannover Hill Starbuck, reprodutor considerado um marco da ra√ßa Holandesa no mundo. Os brasileiros tamb√©m participaram da exposi√ß√£o Supreme Dairy Show, em Saint Hyacinthe, e puderam acompanhar o julgamento de animais holandeses e a escolha da suprema das ra√ßas da exposi√ß√£o.

Uma das primeiras fazendas por onde os brasileiros passaram, a Lehoux Holsteins, tem um sistema que integra a produção de genética e de leite com a extração da floresta. O plantel, de apenas 70 vacas em lactação, é altamente eficiente, sendo que 17 delas foram classificadas como Excelentes, 50 Muito Boas e 11 Boas Mais, dentro do programa em que são avaliadas. A média do rebanho é de 87 pontos. A seleção feita na Lehoux Holsteins tem apresentado bons índices de longevidade. Um exemplo é a vaca filha do touro Semex Igniter, que aos 16 anos continua produzindo leite e está com prenhez confirmada.

A fazenda ainda conta ainda com uma plantação de 2.000 pés de Maple, árvore símbolo do Canadá. Dela é extraída uma seiva, que é a base do xarope Maple Syrup, consumido em todo o mundo. A extração da seiva ocorre apenas durante algumas semanas do ano, entre o começo de março e meados de abril, e é uma tradição da região, considerada uma das maiores produtoras mundiais do produto.

J√° em Saint-Vallieros, os brasileiros conheceram o sistema de ordenha robotizada dos irm√£os canadenses Sebastian e Olivier, da Fazenda Canco, que contam com 105 vacas em lacta√ß√£o e cuja m√©dia de produ√ß√£o √© de 37 kg/leite/dia, com o excepcional n√≠vel de 4,28% de gordura e 3,45% de prote√≠na. A fazenda utiliza a gen√©tica de touros da bateria Semex, com o selo RobotyReady, ou seja, touros que ir√£o produzir vacas prontas para o rob√ī.

Uma das visitas mais esperadas foi √† Jacobs Farm, conhecida mundialmente pela qualidade gen√©tica de seus animais. L√°, a comitiva brasileira conheceu um dos planteis mais premiados da Am√©rica do Norte, com t√≠tulos conquistados nas principais exposi√ß√Ķes do Canad√° e dos Estados Unidos. J√° em Victoriaville, a visita foi √† hist√≥rica fazenda Comestar Holstein Farm, que √© conhecida pela incr√≠vel Comestar Laurie Sheik, matriz considerada uma divisora de √°guas na ra√ßa, m√£e de touros e de in√ļmeras campe√£s.

O resultado da tecnologia gen√īmica utilizada pelos criadores canadenses foi apresentado aos brasileiros durante visita √† Stanton Farms, em Ont√°rio. A propriedade conta com 950 vacas em lacta√ß√£o, com v√°rias novilhas atingindo a produ√ß√£o de 70 kg/leite/dia. Todos os touros utilizados t√™m informa√ß√Ķes gen√īmicas. A primeira bezerra com 2900 de GTPI (avalia√ß√£o gen√īmica) na ra√ßa pertence √† propriedade. Segundo o propriet√°rio Laurie Stanton, na fazenda todo o trabalho desenvolvido leva em conta a√ß√Ķes de prote√ß√£o ao meio ambiente. Um dos exemplos √© a cama das vacas que √© feita com esterco reciclado.

J√° na fazenda Loa-de-Mede Holsteins, os visitantes conheceram uma esta√ß√£o dupla de produ√ß√£o, que utiliza dois rob√īs, e o sistema de Compost Barn, tipo de instala√ß√£o usada para vacas leiteiras com forte influ√™ncia nos resultados de produtividade e sanidade do rebanho, bem como sobre a qualidade do leite obtido. S√£o 80 vacas em lacta√ß√£o com 35 kg/leite/dia em m√©dia, alcan√ßando 4,2% de gordura e 3,35% de prote√≠na.

Outra propriedade que utiliza a ordenha robotizada √© a Crovalley Holsteins, que conquistou v√°rios pr√™mios em exposi√ß√Ķes pela Am√©rica do Norte, dentre eles o Master Breeder, o All Canadian e o All American. Os propriet√°rios John e Cynthia Crowley pilotam o neg√≥cio, que envolve um total de 520 hectares, somando esta propriedade com as seis fazendas arrendadas. A Crovalley conta com 110 matrizes em lacta√ß√£o, ordenhadas em dois rob√īs, alcan√ßando m√©dia de 40 kg/vaca/dia, com 4,3% de gordura e 3,5% de prote√≠na. Para ampliar a produ√ß√£o, mais um rob√ī ser√° instalado em breve na fazenda. O propriet√°rio, John Crowley, √© jurado internacional de Holand√™s e j√° atuou em eventos no Brasil e, tamb√©m, na Royal Winter Fair, uma das maiores exposi√ß√Ķes de ra√ßas leiteiras do mundo.

A √ļltima propriedade visitada foi a Bosdale Farm, que mant√©m o maior plantel de vacas com classifica√ß√£o Excelente em todo o Canad√°. Das 150 vacas em lacta√ß√£o, 65 receberam a classifica√ß√£o top em Tipo. A m√©dia de produ√ß√£o √© de 37 kg/leite/dia.

A comitiva brasileira fechou o tour pelo Canad√° na Royal Agricultural Winter Fair, que atraiu criadores de v√°rios pa√≠ses, para assistir √†s competi√ß√Ķes das ra√ßas Holandesa e Jersey ocorridas no final de semana. Esta √© a 95¬™ edi√ß√£o da feira, considerada uma das maiores do mundo no segmento do leite. O presidente do Grupo Semex, Nelson Eduardo Ziehlsdorff, participou da cerim√īnia de premia√ß√£o, entregando a faixa de Campe√£ F√™mea Jovem do Jersey ao vencedor.

O presidente da Semex Global, Paul Larmer, ressalta que a empresa tem atuado em todo o mundo n√£o s√≥ como uma grande fornecedora de gen√©tica, mas para oferecer solu√ß√Ķes que agreguem valor √† pecu√°ria mundial, tanto de corte quanto de leite, e personalizada para cada segmento.

Para o casal de pecuaristas brasileiros, Luiz Coppla Neto e Lorena Delezuk Coppla, que s√£o produtores de leite na Fazenda Melkland, em Carambe√≠/PR, o Semex Tour Royal Winter Fair possibilitou o contato com o que h√° de mais moderno na pecu√°ria leiteira. Eles est√£o entre os 100 maiores produtores de leite do Brasil, com cerca de 18.000 litros/dia. Durante o Tour Semex Royal Winter Fair, foi sorteado entre os presentes o livro ‚ÄúAndan√ßas‚ÄĚ, escrito pelo jornalista e presidente do Grupo Publique, o Carl√£o da Publique, e quem ganhou a obra foi o casal.

Sobre a Semex

O Grupo Semex, h√° mais de 35 anos no mercado, √© uma fonte de solu√ß√Ķes completas em gen√©tica bovina. No Brasil, √© composto pela central de comercializa√ß√£o, exporta√ß√£o e importa√ß√£o de s√™men Semex Brasil, pela central de coleta e industrializa√ß√£o de s√™men Tairana, pela central de produ√ß√£o e presta√ß√£o de servi√ßo Cenatte Embri√Ķes e pela SRC Supply, que comercializa equipamentos para IA e sa√ļde animal.

http://www.folhamt.com.br/artigo/241117/Semex-leva-grupo-de-36-brasileiros-em-tour-pela-pecuaria-leiteira-do-Canada

Toda reclama√ß√£o originada das informa√ß√Ķes contidas no site de eDairy News ser√° submetida √† jurisdi√ß√£o dos Tribunais Ordin√°rios do Primeiro Distrito Judicial da Prov√≠ncia de C√≥rdoba, Rep√ļblica Argentina, sediado na Cidade de C√≥rdoba, com exclus√£o de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Crit√©rios na modera√ß√£o de coment√°rios em termos de publica√ß√£o e Not√≠cias de produtos em todas as suas publica√ß√Ķes.

  • No s√© considerar√°n insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador √≥ editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirma√ß√£o de moderador.
  • Cr√≠ticas destructivas infundadas e gratuitas, express√Ķes de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xen√≥fobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar v√≠nculos de p√°ginas web sem links para o tema, corre√ß√Ķes eletr√īnicas, etc ...)
  • Coment√°rios que n√£o tem sentido com a nota no setor l√°cteo.

Related posts

ÔĽŅ
Top