SENAR inicia primeira turma do programa #Leite Legal para produtores rurais de Monte Santo

SENAR inicia primeira turma do programa #Leite Legal para produtores rurais de Monte Santo

Com o objetivo de prestar assistência técnica continuada para que pequenos e médios produtores rurais do Tocantins produzam leite de qualidade

Em todo o Tocantins serão formadas 200 turmas, com 15 produtores por laticínio em cada uma

 

Com o objetivo de prestar assistência técnica continuada para que pequenos e médios produtores rurais do Tocantins produzam leite de qualidade, atendendo aos padrões exigidos pela legislação e contribuindo para o desenvolvimento do setor no Estado, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (SENAR), entidade dirigida pela presidente do Sistema CNA/FAET/SENAR, senadora Kátia Abreu, deu início a capacitação da primeira turma do programa Leite Legal na última sexta-feira, 28, em Monte Santo. Estão sendo capacitados 15 produtores rurais que já trabalham com produção de leite no município.

 

Com uma meta para atender três mil produtores rurais em dois anos, o programa Leite Legal é desenvolvido pelo SENAR por meio de uma parceria com o SEBRAE, visando oferecer a um maior número de produtores condições para que consigam produzir leite de qualidade através de ações de formação profissional rural.

 

Em todo o Tocantins serão formadas 200 turmas, com 15 produtores por laticínio em cada uma. O treinamento pressupõe o acompanhamento individual para verificação do aprendizado das boas práticas da produção do leite, com o objetivo de transformar pequenas propriedades em verdadeiras empresas rurais.

Fonte: Ascom FAET/SENAR do Tocantins

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top