Setembro será o último mês de alta no preço - eDairy News

Setembro será o último mês de alta no preço

Sua expectativa é de que, nas próximas semanas, o produto ainda passe por altas. Em agosto, o valor do litro, segundo Dias, deverá subir entre 10% e 15%, enquanto em setembro a tendência é de ligeira alta ou até mesmo de estagnação. “As chuvas estão começando e vai haver a recomposição dos pastos. A previsão é que em setembro e outubro a produção de leite comece e aumentar e o preço recue”, afirma. Para Daniel Dias, os preços do leite de julho do ano passado a janeiro de 2016 estavam praticamente estagnados, devido à política do governo de Dilma Rousseff. Mas, já desde a reeleição da presidente, ocorreram reajustes em áreas que afetam os pecuaristas presidente alguns reajustes aconteceram. “Os custos da energia elétrica, por exemplo, subiram 75% de janeiro a março de 2015. Depois tivemos os repasses dos preços dos combustíveis e, consequentemente, os adubos e óleos para máquinas e equipamentos ficaram mais caros. No geral o produtor de leite perdeu, em termos de custo de produção 44%”, diz. A diminuição da captação de leite foi a principal consequência desse cenário complicado para o produtor. Dias afirma que, em muitos casos, houve abate de matrizes, sendo mais vantajoso vender o animal para os frigoríficos. O comentarista ressalta que o produtor deve ficar atento à possibilidade de alta nos custos de produção. “O milho deverá subir muito no último trimestre do ano. Nós tivemos uma redução de 9 milhões de toneladas, se contarmos as duas safras do Brasil. A soja está indo muito bem nos Estados Unidos e já tem influenciado os preços aqui nos portos, que subiram R$ 7. Este é o momento de ser frio e calculista”.

http://terraviva.com.br/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=7624:leite-setembro-sera-o-ultimo-mes-de-alta-no-preco

Tags: , ,
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top