Uruguai: receita bruta dos produtores de leite aumentou em US$ 118 milhõ

Uruguai: receita bruta dos produtores de leite aumentou em US$ 118 milhões até setembro

O setor de lácteos uruguaio está abandonando lentamente uma das piores crises dos últimos tempos. Alguns fatores externos e outros que não podem ser manipulados, como os preços dos produtos no mercado mundial e o clima, jogaram a favor do produtor e permitiram um aumento na renda bruta das empresas.

No final do terceiro trimestre do ano (janeiro a setembro), as empresas de lácteos faturaram US$ 445 milhões. Isso significa um crescimento de US$ 118 milhões em relação ao mesmo período do ano passado – que somou US$ 337 milhões – informou Rafael Tardáguila, diretor da Tardáguila Agromercados. Apesar desta recuperação, as empresas de lácteos estão longe da receita obtida em 2014 e 2015, antes da crise no setor no país.

O analista disse que o aumento da receita bruta se deve a dois fatores: aumento nos volumes produzidos e no preço médio recebido em dólares por litro de leite enviado à indústria. Em comparação com 2016, Tardáguila comentou que o volume deste ano aumentou 7,1% e os produtores receberam US$ 0,7 a mais por litro enviado.

As informações são do Portal Lechero, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top