#Uruguai: recorde histórico de produção de leite e manutenção do consumo interno – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |12 julio, 2012

Indústria | #Uruguai: recorde histórico de produção de leite e manutenção do consumo interno

Os uruguaios mantiveram durante 2011 o consumo de leite em 773 milhões de litros, o que representa 239 litros anuais…

Os uruguaios mantiveram durante 2011 o consumo de leite em 773 milhões de litros, o que representa 239 litros anuais per capita, um dos í­ndices mais altos da América.

As plantas processadoras receberam mais leite que nunca, segundo dados primários do informe elaborado pela Direção de Estatí­sticas Agropecuárias (Diea), do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP). A Diea está na etapa final das análises da pesquisa anual de empresas processadoras de leite, que apresentaram um total de 2,057 bilhões de litros, crescimento de 18,8% com relação aos valores anteriores.

Os trinta estabelecimentos que reportaram dados ao Ministério apontaram um total de 1,843 bilhões de litros (90% do total produzido) para remissão í  indústria processadora, o que significou um novo registro histórico. Desse total, 163 milhões foram vendidos como leite fresco (8,8% do total), o que permitiu manter o consumo aparente de leite dos uruguaios em ní­veis altos, entre os mais destacados do continente.

Os restantes 1,68 bilhão de litros, permitiu a elaboração de subprodutos, onde queijos e leite em pó representam 75% do total. Houve também um aumento na produção de manteiga (57%), leite em pó (26%) e leite UHT (27%).

O consumo interno nas fazendas leiteiras, situado em 72 milhões de litros, manteve-se dentro do esperado, segundo um informe técnico, cujo resultado final estará pronto nas próximas semanas.

www.lr21.com.uy

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas