ÔĽŅ Vaca transg√≠¬™nica produz #leite para al√©rgicos

Vaca transgíªnica produz #leite para alérgicos

Até 3% das crianças são alérgicas a leite de vaca em seu primeiro ano de vida

Cientistas da Nova Zel√≠¬Ęndia desenvolveram uma vaca geneticamente modificada que produz um leite com menos probabilidade de causar rea√ß√Ķes al√©rgicas.

Até 3% das crianças são alérgicas a leite de vaca em seu primeiro ano de vida.
Notí­cias relacionadas

A vaca geneticamente modificada produziu um leite sem beta-lactoglobulina √Ę‚ā¨‚Äú uma prote√≠¬≠na do soro do leite √≠¬† qual algumas pessoas s√£o al√©rgicas.

O estudo foi considerado um marco por cientistas, mas alguns grupos de ativistas afirmam que ele levanta preocupa√ß√Ķes √©ticas.

Há grandes diferenças entre o leite materno e o leite de vaca, entre elas a beta-lactoglobulina, que está presente no leite de vaca, mas não no leite materno.
Interferíªncia

As instru√ß√Ķes para a produ√ß√£o da beta-lactoglobulina est√£o contidas no DNA da vaca.

Os cientistas da AgResearch e da Universidade Waikato, na Nova Zel√≠¬Ęndia, adicionaram material gen√©tico extra para interferir no processo, usando uma t√©cnica chamada de RNA de interfer√≠¬™ncia.

A bezerra resultante nasceu sem rabo, mas os pesquisadores dizem que √© “improv√°vel” que isso se deva √≠¬† modifica√ß√£o gen√©tica.

Ela ainda n√£o ficou prenhe, nem come√ßou a produzir leite normalmente, ent√£o os cientistas usaram horm√≠¬īnios para apressar o in√≠¬≠cio da produ√ß√£o de leite.

Em um artigo na publica√ß√£o cient√≠¬≠fica Proceedings of the National Academy of Sciences, os pesquisadores disseram: “Todas as amostras de leite da bezerra transg√≠¬™nica foram desprovidas de beta-lactoglobulina”.

Eles conclu√≠¬≠ram que a t√©cnica √© uma “ferramenta eficaz” para modificar animais de pecu√°ria.
Duração

O professor Keith Campbell, da Universidade de Nottingham, que integrou a equipe que clonou a ovelha Dolly, disse que o teste será quanto tempo a modificação genética vai durar.

Campbell disse que os pesquisadores precisariam mostrar que o efeito durou por toda a vida de cada vaca e foi transmitido por v√°rias gera√ß√Ķes.

“√≠‚Äį muito interessante e √© uma outra maneira de mostrar que a tecnologia pode avan√ßar com resultados potencialmente √ļteis”, disse.

“Na minha opini√£o, o risco √© zero. Se fosse t√≥xico, o animal estaria morto.”

Bruce Whitelaw, professor de biotecnologia animal na Universidade de Edimburgo, disse: “Isso √© not√°vel e representa uma das poucas hist√≥rias de sucesso de RNA de interfer√≠¬™ncia em mam√≠¬≠feros”.

“O tempo dir√° o qu√£o abrangente a aplica√ß√£o do RNA de interfer√≠¬™ncia ser√° em animais de pecu√°ria geneticamente modificados √Ę‚ā¨‚Äú mas este estudo certamente √© um marco nesse campo.”
Mais pesquisas

Pete Riley, do grupo GM Freeze, disse: √Ę‚ā¨Ňď”Antes que isso v√° adiante, eles precisam estabelecer qual foi a causa do defeito no bezerro, j√° que h√° uma poss√≠¬≠vel liga√ß√£o com o fato de ser geneticamente modificado”.

Riley disse que a compreensão sobre o papel dos genes e como eles interagem ainda é muito frágil e que ainda é necessário desenvolver mais pesquisas básicas.

“N√≥s podemos aprender muito ao olhar para organismos menos complidados que o gado”, disse.

BBC Brasil

Toda reclama√ß√£o originada das informa√ß√Ķes contidas no site de eDairy News ser√° submetida √† jurisdi√ß√£o dos Tribunais Ordin√°rios do Primeiro Distrito Judicial da Prov√≠ncia de C√≥rdoba, Rep√ļblica Argentina, sediado na Cidade de C√≥rdoba, com exclus√£o de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Crit√©rios na modera√ß√£o de coment√°rios em termos de publica√ß√£o e Not√≠cias de produtos em todas as suas publica√ß√Ķes.

  • No s√© considerar√°n insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador √≥ editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirma√ß√£o de moderador.
  • Cr√≠ticas destructivas infundadas e gratuitas, express√Ķes de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xen√≥fobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar v√≠nculos de p√°ginas web sem links para o tema, corre√ß√Ķes eletr√īnicas, etc ...)
  • Coment√°rios que n√£o tem sentido com a nota no setor l√°cteo.

Related posts

ÔĽŅ
Top