# Vital do Ríªgo anuncia que produtor de leite no Semiárido receberá mais pelo produto – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |30 julio, 2012

Leite | # Vital do Ríªgo anuncia que produtor de leite no Semiárido receberá mais pelo produto

Senador destaca que 60% da produção nacional de leite víªm da agricultura familiar Na condição de membro da Subcomissão de…

Senador destaca que 60% da produção nacional de leite víªm da agricultura familiar

Na condição de membro da Subcomissão de Desenvolvimento do Nordeste, o senador Vital do Ríªgo (PMDB-PB) vem mantendo contato constante com o Ministério da Agricultora, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para dar celeridade í  auditoria do órgão na saúde animal na Paraí­ba, que está isolada desde o não cumprimento por parte do Governo do Estado das metas de vacinação contra a febre aftosa. Vital entende que os mais prejudicados com esse impasse são os pecuaristas paraibanos e os produtores de leite.

Vital comentou recentemente o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí­stica (IBGE) onde mostra que ao contrário do que ocorre no cenário nacional aonde nos últimos cinco anos, a produção nacional de leite e derivados cresceu 22,2%, passando dos 25,2 bilhões de litros de leite em 2006, para 30,8 bilhões em 2011, a Paraí­ba tem sua produção prejudicada devido í  falta de planejamento do Governo do Estado que ainda não conseguiu cumprir todas as exigíªncias do Ministério da Agricultura para partir para esta etapa na busca pela classificação como zona livre da febre aftosa.

Para amenizar os prejuí­zos dos produtores o senador teve confirmação por parte do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate í  Fome (MDS) de que mais de 25 mil agricultores familiares do Semiárido que fornecem para o Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade de incentivo í  produção e consumo de leite (PAA Leite), passarão a receber mais pelo litro de leite bovino. Segundo Vital, os novos preços, que vão vigorar até dezembro, o valor pago por litro, que variava entre R$ 0,69 e R$ 0,76, passará a variar entre R$ 0,75 e R$ 0,83.

Cálculo – Do total pago por litro, 60% em média ficam com o produtor e 40% com os laticí­nios, que pasteurizam, embalam e transportam o produto final até os pontos de distribuição í s famí­lias que recebem o leite.

Vital do Ríªgo lembra que o levantamento do IBGE revelou que mais de 60% deste total ou cerca de 2/3 da produção nacional víªm de 1,3 milhão de estabelecimentos da agricultura familiar, que estão conquistando mercado por conta de polí­ticas públicas que faltam aos produtores paraibanos.

O senador peemedebista entende que a cadeia produtiva do leite deve ocupar um lugar de destaque nas ações de qualquer governo, pois se trata de um produto que garante renda regular ao agricultor familiar. Daí­ cita a necessidade de se financiar, permanentemente, a modernização dos produtores e das cooperativas.

O Brasil é o quinto maior produtor de leite do mundo, atrás apenas dos EUA, índia, China e Rússia. A atividade leiteira se faz presente em 554 das 558 regiões consideradas pelo IBGE, o que garante o potencial de crescimento da produção nacional.
http://senadorvitaldorego.com.br/noticia/vital-do-rego-anuncia-que-produtor-de-leite-no-semiarido-recebera-mais-pelo-produto/

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas