"> 21% dos custos de produção não cobertos pelo preço do leite - eDairyNews-BR
Os custos de produção ascendem a 45,30 cêntimos por quilograma, enquanto que o preço do leite à saída da exploração foi de apenas 35,79 cêntimos por quilograma O Milk Marker Index (MMI) representa a evolução dos custos de produção de leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
SOURCE: THE CATTLE SITE

De acordo com os dados trimestrais publicados pelo Gabinete de Sociologia Rural e Agricultura (BAL), os produtores na Alemanha estão a 9,51 cêntimos por kg para cobrir os seus custos de produção.

Em Julho de 2021, os produtores recuperaram apenas 79% dos seus custos de produção do preço do leite, deixando um défice de 21%. A relação preço/custo ilustra em que medida os preços do leite cobrem o custo de produção.

Também em Julho, o Milk Marker Index (MMI), que representa a evolução dos custos de produção do leite, era de 110. Isto significa que os custos de produção dos produtores alemães de leite tinham aumentado 10% em comparação com o ano de base em 2015.

Os cálculos de custos são efectuados na Alemanha numa base regular. Também são efectuados em sete outros países europeus. Também mostram claramente que os preços pagos aos produtores de leite não cobrem o custo de produção.

A EMB compilou um relatório sobre o verdadeiro custo de produção de leite na Europa. Os números estão disponíveis para oito países europeus: Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Irlanda, Lituânia, Luxemburgo, e Países Baixos. O relatório foi concluído em 2019.

O European Milk Board promove um instrumento de crise legalmente ancorado para contrariar a quebra de custos crónica. O Programa de Responsabilidade do Mercado (MRP) observa os sinais do mercado e reage aos mesmos alinhando a procura e a produção.

É a primeira vez na história que uma carga de leite brasileiro é exportado para a China. Cooperativa gaúcha é a responsável pelo feito.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER