As cotações domésticas do trigo seguem apresentando altas consecutivas no Brasil, de acordo com dados do Cepea.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
????????????????????????????????????

Neste início de mês, os preços do milho vêm registrando comportamentos distintos dentre as regiões acompanhadas pelo Cepea. Segundo pesquisadores, em São Paulo, compradores estão mais ausentes, resultando em pequenas quedas nos preços. Assim, depois de o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas/SP) subir por semanas consecutivas e atingir recorde real no final de outubro, voltou a cair neste começo de novembro – o recuo é de 0,7% na parcial do mês, a R$ 81,32/saca de 60 kg na sexta-feira, 6. Nos portos, a desvalorização do dólar também pressionou as cotações. Já nas demais regiões acompanhadas pelo Cepea, a baixa disponibilidade mantém os valores do milho em alta.

 

 

Aumento acumulado nos últimos 12 meses atingiu 39,72%, aponta a Embrapa

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER