O indicador do milho do Cepea teve um dia de baixa dos preços e chegou ao menor patamar desde o dia 7 de julho. A cotação variou -1,26% em relação ao dia anterior e passou de R$ 97,06 para R$ 95,84 por saca.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O indicador da soja do Cepea para o porto de Paranaguá (PR) recuou com a queda do dólar em relação ao real

 

Boi: arroba tem baixas mais acentuadas, diz Safras & Mercado

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, as cotações do boi gordo encerraram a semana com baixas mais acentuadas em virtude das escalas de abate cada vez mais confortáveis. Em São Paulo, capital, o preço saiu de R$ 312/313 para R$ 312 por arroba, a prazo, e em Goiânia (GO), passou de R$ 303 para R$ 299/300. Por fim, em Uberaba (MG), a arroba foi de R$ 311 para R$ 309.

Na B3, a curva dos contratos futuros do boi gordo teve um dia de comportamento misto com os ajustes variando entre altas e baixas, mas com variações pequenas. O ajuste do vencimento para agosto passou de R$ 314,80 para R$ 311,45, do outubro foi de R$ 314,00 para R$ 314,90 e do novembro foi de R$ 321,50 para R$ 322,40 por arroba.

Milho: indicador do Cepea vai ao menor patamar em 50 dias

O indicador do milho do Cepea teve um dia de baixa dos preços e chegou ao menor patamar desde o dia 7 de julho. A cotação variou -1,26% em relação ao dia anterior e passou de R$ 97,06 para R$ 95,84 por saca. Assim sendo, no acumulado do ano, o indicador valorizou 21,86%. Em 12 meses, os preços alcançaram 57,45% de alta.

Na B3, a curva de contratos futuros do milho seguiu em tendência de baixa e as cotações também alcançaram o menor nível desde o início do mês de julho. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 95,37 para R$ 95,16, do novembro foi de R$ 95,98 para R$ 95,34 e do março de 2022 passou de R$ 98,07 para R$ 97,43 por saca.

Soja: queda do dólar leva saca abaixo de R$ 170 no porto de Paranaguá (PR)

O indicador da soja do Cepea para o porto de Paranaguá (PR) recuou com a queda do dólar em relação ao real. A cotação variou -0,97% em relação ao dia anterior e passou de R$ 171,19 para R$ 169,53 por saca. Dessa forma, no acumulado do ano, o indicador valorizou 10,16%. Em 12 meses, os preços alcançaram 25,77% de alta.

Na bolsa de Chicago, as cotações dos contratos futuros da soja tiveram mais um dia de leve queda. O vencimento para novembro caiu 0,23% e passou de US$ 13,262 para US$ 13,232 por bushel. A previsão de chuvas em regiões produtoras dos EUA pressionou os preços. Por outro lado, o anúncio de novas vendas para a China impediu maiores desvalorizações.

Café: arábica tem forte alta no Brasil e em Nova York

De acordo com a Safras & Mercado, as cotações do café no mercado brasileiro tiveram mais um dia de forte alta seguindo os ganhos nas bolsas internacionais. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação passou de R$ 1.060/1.065 para R$ 1.090/1.100, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação foi de R$ 1.070/1.080 para R$ 1.100/1.110 por saca.

Na bolsa de Nova York, como dito anteriormente, as cotações do café arábica tiveram forte alta e voltaram a superar o patamar de US$ 1,90 por libra-peso após um mês. O vencimento para dezembro, o mais negociado atualmente, subiu 2,23% na comparação diária e passou de US$ 1,88 para US$ 1,922 por libra-peso.

No exterior: discurso de Powell e inflação ficam em linha com o esperado

O esperado discurso do presidente do Banco Central dos Estados Unidos, Jerome Powell, trouxe poucas novidades. Ele afirmou que a política monetária está bem posicionada no momento, mas que em virtude do progresso das condições econômicas, pode ser apropriado reduzir as compras mensais de US$ 120 bilhões até o fim de 2021.

O índice de inflação PCE (Despesas de Consumo Pessoal, da sigla em inglês) dos Estados Unidos cresceu 0,4% em julho na comparação mensal e 4,2% na anual. O núcleo do indicador, que exclui itens mais voláteis, teve alta de 0,3% no mês e de 3,6% no ano. Ambas leituras ficaram dentro das expectativas de analistas de mercado.

No Brasil: Ibovespa encerra semana em alta

O Ibovespa encerrou a semana em alta, se aproveitando do cenário externo positivo com discurso do presidente do Fed e inflação dentro do que era esperado. O principal índice de ações da bolsa brasileira teve alta de 1,65% e ficou cotado aos 120.677 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial caiu 1,17% e passou de R$ 5,257 para R$ 5,196.

O índice de preços ao produtor de julho teve alta de 1,94%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O indicador mede a evolução dos preços “na porta de fábrica”, segundo o IBGE, sem impostos e nem fretes. Dessa forma, o IPP já acumula uma variação positiva de 21,39% em 2021 e de 35,08% em 12 meses.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER