O fechamento ocorreria antes do final do ano, a fim de transferir a produção para a França.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A direção da Danone mudou nesta terça-feira para a representação dos trabalhadores da fábrica de Salas (Astúrias) sua proposta de aplicar um ERE de extinção para seus 69 trabalhadores e o fechamento das instalações antes do final do ano para transferir a produção para a França.

Segundo fontes da CSI, que detém a maioria no conselho de trabalho, a empresa justifica a demissão por motivos de produção, alegando subutilização das instalações, altos custos de produção e uma queda nas vendas de produtos fabricados em Salas, como Danonino e creme de queijo e baunilha.

Os planos da empresa são de manter a produção até depois do verão e depois começar a movê-la gradualmente até o fechamento da fábrica, o que está previsto para antes do final do ano.

Nesta primeira reunião desde que a Danone anunciou suas intenções na sexta-feira passada, a direção deu ao comitê um relatório técnico de quase duas mil páginas que ambas as partes continuarão a analisar em novas reuniões nos próximos dias.

Os representantes sindicais, que se opõem ao encerramento, já estão estudando o início das manifestações, que deverão começar na próxima quinta-feira com uma manifestação.

A fábrica de Salas, inaugurada em 1981, é dedicada principalmente à fabricação de queijo fresco, flan de queijo e sobremesas quentes.

A empresa explicou na sexta-feira passada que esta decisão é parte de um processo de racionalização em vista da necessidade de se adaptar “às tendências atuais e futuras do consumidor e, ao mesmo tempo, garantir a eficiência das operações industriais para continuar a construir o futuro das marcas e consolidar sua competitividade”.

Segundo Danone, “a intenção proposta de cessar a atividade da fábrica” vem “após um minucioso período de reflexão e análise”.

No entanto, ela assegura que mantém seu compromisso com o território e, portanto, “manterá relações com os produtores locais de laticínios a fim de continuar a fornecer os outros locais de produção da empresa”.

 

Traduzido com DeepL.com/Translator

Encontro acontece esta sexta-feira e conta com a presença do secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER