"> A vaca do futuro virá da genética girolando - eDairyNews-BR
Dentre as diversas características de funcionalidade do gado girolando pode-se destacar a produtividade, a rusticidade, a precocidade, a longevidade e a fertilidade, além da alta capacidade de adaptação a diferentes tipos de manejo e clima
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Dentre as diversas características de funcionalidade do gado girolando pode-se destacar a produtividade, a rusticidade, a precocidade, a longevidade e a fertilidade, além da alta capacidade de adaptação a diferentes tipos de manejo e clima

Os trabalhos de tropicalização da agricultura e da pecuária não param. Esse tem sido o papel da Embrapa desde a sua criação na década de 1970. A busca por animais adaptados e eficientes para os trópicos vem de longe. Para a produção de leite, o cruzamento das raças europeias com as zebuínas vem sendo testada há décadas. A eficiência da raça holandesa com a rusticidade das zebuínas encontrou no girolando uma ferramenta que deu certo. Os primeiros experimentos começaram por volta de 1940 e 1950.

Com as ferramentas da engenharia genética e uso da informática é possível acelerar o melhoramento genético. De acordo com o pesquisador Marcos Vinícius, da Embrapa Gado de Leite a “vaca do futuro” virá de algum grau de sangue girolando.

Acompanhe a entrevista ao jornalista Tobias Ferraz.

É a primeira vez na história que uma carga de leite brasileiro é exportado para a China. Cooperativa gaúcha é a responsável pelo feito.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER