Acordo encerra paralisação dos produtores de leite em Mato Grosso – eDairyNews Últimas notícias
Mato Grosso |19 junio, 2020

Leite | Acordo encerra paralisação dos produtores de leite em Mato Grosso

Insatisfeitos com o preço pago pela indústria, associação paralisou as entregas por cerca de 18 dias na região oeste do estado

Insatisfeitos com o preço pago pela indústria, associação paralisou as entregas por cerca de 18 dias na região oeste do estado

Fornecedores e laticínios no oeste de Mato Grosso chegaram a um acordo para a retomada do fornecimento de leite após 18 dias de paralisação. Cerca de 70% dos produtores da região ficaram sem entregar leite para as empresas, já que os laticínios se recusaram a pagar o valor acordado de R$ 1,37.

Após uma nova rodada de negociação, o presidente da Associação dos produtores de Leite da Região Oeste de Mato Grosso, Luciano Rodrigues, afirma que as partes chegaram a um denominador comum. “Ficou acordado que no mês de maio e junho, será pago R$ 1,12 no leite quente e R$ 1,22 no leite gelado.No mês de julho, para ser pago em agosto, fechamos em R$ 1,23 no leite quente e R$ 1,33 no gelado, mais as bonificações”, contou.

Segundo Luciano, a negociação foi pacífica. “Chegamos a um acordo sem briga, sem discussão ou ofensas. A todos os produtores, que voltem a tirar seu leite e nosso muito obrigado a quem ajudou. Vamos continuar na luta”, completou.

Aviso legal sobre propriedade intelectual em conteúdo digital

Todas as informações contidas nestas páginas que NÃO são de propriedade da eDairy News e NÃO são consideradas "de domínio público" pelos regulamentos legais são marcas registradas de seus respectivos proprietários e reconhecidas por nossa empresa como tal. A publicação no site eDairy News é feita com a finalidade de coletar informações, respeitando as normas contidas na Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas; na Lei 11.723 e demais normas aplicáveis.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas