Os hábitos alimentares na África Ocidental podem ter contribuído diretamente para o desenvolvimento da lactase no seu humano
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os hábitos alimentares na África Ocidental podem ter contribuído diretamente para o desenvolvimento da lactase no seu humano

Um estudo divulgado por pesquisadores de universidades do Reino Unido e dos Estados Unidos revelam como o leite animal era essencial para pastores da África Oriental há cerca de 5 mil anos, abrangendo a ideia de consumo e produção na evolução humana.

O local, que é hoje os países da Tanzânia e Quênia, teve diversos registros de resíduos lipídicos orgânicos encontrados após escavações em cerâmicas encontradas no leste da África. Os rastros apontaram evidências de processamento de carne, plantas e leite.

Os vestígios surpreendem pelo hábito do ser humano conseguir interpretar que o consumo do leite de vaca fresco era uma composição nutritiva, antes mesmo de poder comprovar isso. Além disso, a região era conhecida pela criação de gado e modo de vida no leste africano há cerca de 5 mil a 3 mil anos.

Isso também levanta a possibilidade de o consumo de leite não ser feito apenas individualmente pelos pastores, mas também por pessoas da comunidade, buscando aproveitar ao máximo a matéria produzida pelas vacas e bois do gado, desenvolvendo a tolerância humana ao leite.

Katherine M. Grillo, professora assistente de antropologia da Universidade da Flórida e coautora do artigo científico, explicou a importância da descoberta: “É a primeira evidência direta que já tivemos para o processamento de leite ou plantas pelas antigas sociedades pastoris no leste da África”.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER