O Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) está aumentando a sua participação no segmento de agronegócio no seu estado de origem.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) está aumentando a sua participação no segmento de agronegócio no seu estado de origem. Em comparação com o primeiro trimestre de 2020, a participação do banco cresceu na ordem de 104% e 165% nas linhas de custeio e investimento, respectivamente.

Os fatores que levaram ao crescimento da carteira foram “a contratação de operações de crédito de longo prazo com recursos próprios do banco, por meio da equalização das taxas de juros junto ao Tesouro Nacional; o aumento da base de contratação nas operações de custeio da safra de inverno/2021; a antecipação da contratação das operações de pré-custeio para a safra de verão 2021/2022 e a disponibilidade de recursos e ofertas de diversas linhas de crédito.”

O saldo de crédito rural do Banrisul alcançou R$ 3,3 bilhões em junho de 2021, um aumento de R$ 458,6 milhões, ou 15,8%, em relação a junho de 2020.

Confira outras notícias do agronegócio:

Ambev tem nova plataforma de gestão para produtores de cevada 

Uma das principais fabricantes de bebidas do Brasil, a Ambev possui uma meta ousada: conquistar 100% dos fornecedores de cevada até 2023. A empresa espera atingir o objetivo a partir do Portal Agro, nova plataforma desenvolvida para facilitar o gerenciamento de dados e dar mais velocidade e segurança aos processos financeiros e administrativos, como acesso a contratos, prazos de pagamento e valor da colheita.

A ferramenta vem sendo testada desde o primeiro trimestre de 2021 com fornecedores do Sul que, segundo a empresa, já começam ver diferença no seus rendimentos, o que ajuda a Ambev a modular os ajustes necessários para que seja lançada até o final do ano.

“Antes, demorávamos cerca de dois dias para resolver os processos financeiros e administrativos e agora é possível a conclusão do mesmo procedimento em cerca de cinco minutos”, diz o engenheiro agrícola Dougla Perin, parceiro da Ambev e usuário da Portal Agro.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER