Em junho deste ano, Leite Spot registrou alta de 24%
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Em junho deste ano, Leite Spot registrou alta de 24%

Alta no preço do Leite pode refletir em produtos lácteos

Produção de leite em MS

Dados do índice do Leite de MS, elaborado pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) em parceria com Secretaria de Fazenda (Sefaz), mostram que o valor do do litro do Leite Spot (leite cru) registrou uma variação de +24,29% em junho deste ano, o que pode refletir no preço dos produtos lácteos em Mato Grosso do Sul.

 

O Leite Spot é comercializado entre as indústrias e destinado a produção de produtos lácteos, desse modo sempre que há queda na demanda, os preços destes produtos tendem a subir, ocasionando a alta nos preços do Leite UHT (longa vida), Leite Pasteurizado, iogurtes e queijos em geral.

 

Conforme o levantamento, o produto vem registrando variação desde maio deste ano, quando o avanço chegou a 18,99%, alta que já era esperada para a época do ano, visto que em junho do ano passado o índice chegou a +21,28%. Contudo, neste ano os preços não caíram na margem esperada durante o período de safra e na chegada da entressafra, assim, com a redução da produção, a tendência de alta se concretiza, elevando os preços a patamares superiores.

 

Divulgação/Semagro

Alta no preço do Leite pode refletir em produtos lácteos

Dados do índice do Leite de MS

Em relação ao preço para a cesta de produtos lácteos, houve uma variação de +12,17% no mês de junho, comparado a maio, se comparado e de +8,64% em comparação a junho do ano passado. Segundo dados do Índice do Leite de MS, o avanço é ainda maior quando observado o comportamento dos preços da cesta nos últimos 12 meses, a variação constatada foi de +95,02%.

 

Secretário executivo da Câmara Setorial do Leite da Semagro, Orlando Serrou Camy, destaca os principais fatores que influenciaram a alta no preço do leite. ” Desde o ano passado o mercado vive um momento atípico com consumo elevado devido à pandemia, já que as pessoas ficam mais em casa e tendem a consumir mais. No início do ano, mesmo com aumento da produção, os preços se mantiveram, não havendo a redução natural para o período. Aí com o início do período da entressafra, que geralmente vai de maio a setembro, devido à estiagem, os custos de produção aumentam porque o produtor precisa suplementar a alimentação dos animais, e os preços dos grãos em geral também estão elevados”, explicou via assessoria. Conforme o especialista, os preços do leite e derivados devem se manter elevados até o fim deste ano.

 

De acordo com a Semagro, o Índice do Leite de MS visa apresentar os últimos índices de preços de referência dos principais produtos lácteos comercializados no Estado como Leite Spot, Leite Pasteurizado, Leite UHT e Mussarela, baseado no valor pago às indústrias locais.

 

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER