Alterações nas instruções normativas 76 e 77, que se referem à cadeia produtiva do leite, demandam de orientação aos produtores.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Alterações nas instruções normativas 76 e 77, que se referem à cadeia produtiva do leite, demandam de orientação aos produtores. Produção, armazenamento, transporte, industrialização, análises laboratoriais, são alguns dos itens que estão relacionados e que passaram por adequações de procedimentos.  Por este motivo, a Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore), que tem sede em Santa Helena, juntamente com o Instituto Emater, e Secretaria de Agricultura de Céu Azul, fez uma reunião técnica sobre qualidade do leite. A ação é financiada pela Itaipu Binacional por intermédio de contrato com a Biolabore pelo Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável.

A técnica responsável pela reunião, Daniela Cristiane Zigiotto, ressalta que o principal objetivo com a agenda desenvolvida com os pecuaristas foi esclarecer o que mudou nas instruções normativas 76 e 77, assim como maneiras de baixar o custo de produção.

O instrutor, médico veterinário, Andrey Vian, destacou as normas que regem as características e qualidade do produto na indústria e também que definem critérios para obtenção do leite de qualidade e seguro ao consumidor.  Os procedimentos envolvem, desde a organização da propriedade, instalações e equipamentos, até a formação e capacitação dos responsáveis pelas tarefas do dia a dia como o controle de mastites, brucelose e tuberculose.

Questões técnicas, como a contagem bacteriana, presença de substâncias como resíduos de medicamentos e outros detalhes estiveram em pauta. Os cuidados em relação à higiene dos equipamentos e do local da ordenha assim como nos procedimentos de ordenha, caso da limpeza do úbere, foram enfocados, uma maneira de diminuir custos e problemas com doenças.

Foram premiadas as mais produtivas vacas das categorias adulta e jovem para dois produtores de Carlos Barbosa.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER