Município tem o 4º maior rebanho caprino da Paraíba.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Fonte: Thermo Fisher Scientific

Cerca de um mês após a 1ª Festa do Queijo, o município de Soledade prepara-se para aumentar a bacia leiteira e, com isso, poder produzir mais leite – de vaca e cabra – e também aumentar a produção de lacticínios. Na semana passada, o prefeito da cidade, Geraldo Moura Ramos, reuniu-se com representantes de associações e entidades que podem ajudar nesse processo.

O encontro contou com a presença de representantes de 15 associações, além de membros da Companhia Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização da Terra (Empaer), do Sebrae e do Projeto Cooperar, que implementa políticas e programas de desenvolvimento rural sustentável. Na reunião, foi definido que a gerência criará um projeto para incentivar a produção de leite de cabra e apresentá-lo às associações.

Segundo o prefeito, é necessário buscar estratégias para viabilizar o aumento dos laticínios. Soledade se destaca pela produção de queijo e laticínios e o potencial pode ser explorado, garantindo geração de renda e emprego para os trabalhadores independentes que vivem do leite. “Entendemos que para que o crescimento ocorra, são necessários investimentos e apoio. Nesse sentido, buscamos parcerias e apoio para promover essa melhoria em nosso processo produtivo, beneficiando aqueles que trabalham diretamente com isso e também fortalecendo essa característica de nossa cidade”, ressaltou.

Potencial – O município possui o 4º maior rebanho caprino da Paraíba, com 23.144 animais, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que potencializa ainda mais a produção leiteira na região. Para isso, a cidade tem 15 associações de produtores.

Festival do Queijo – A primeira edição do Festival do Queijo em Soledade decorreu este ano, em Setembro, mês de comemoração dos 136 anos da cidade. O evento incluiu treinamento e exposição de queijo, festival gastronômico temático, com 15 pratos à base de queijo de cabra ou queijo de vaca criados para a festa; bem como apresentações e visitas de um grupo de jornalistas. O Festival é realizado pela Prefeitura com apoio do Governo Federal, Sebrae e Pbtur.

Impactado pelas anomalias do mercado causadas pela pandemia e pelas consequentes mudanças na política federal, o ano passado foi um ano misto para as receitas das cooperativas leiteiras e dos seus membros em comparação com um ano anterior.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER