Leite/AR – A desvalorização progressiva da moeda argentina registrada até julho passado provocou melhora substancial no preço do leite recebido pelos produtores de leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Leite/AR – A desvalorização progressiva da moeda argentina registrada até julho passado provocou melhora substancial no preço do leite recebido pelos produtores de leite. Mas, esse fenômeno começará a desinflar a partir deste mês de agosto.

Em julho passado o preço médio ponderado do leite pago ao produtor a nível nacional foi de 15,31 pesos por litro, o equivalente a US$ 0,36/litro, considerando o câmbio médio de referência publicado pelo Banco Central (BCRA).

É um valor 4% acima do registrado em junho deste ano (US$ 0,34/litro) e 39% superior ao de julho do ano passado (US$ 0,25/litro), segundo dados publicados pelo Departamento Nacional de Laticínios com base nos pagamentos registrados no Sistema de Controle (Siglea).

Ainda que o preço médio no primeiro trimestre de 2018 tenha ficado entre US$ 0,29 e US$ 0,30/litro, devido à defasagem cambial, a desvalorização abrupta destruiu os preços do leite que chegou ao mínimo de US$ 0,20/litro em setembro de 2018.

A redução do faturamento, agravada pelos eventos climáticos severos em algumas bacias leiteiras, promoveu uma aceleração do processo de fechamento de fazendas de leite e redução do rebanho leiteiro, provocando a queda na oferta disponível de leite na primeira metade de 2019.

Diante da restrição da oferta, no primeiro semestre algumas indústrias de laticínios argentinas passaram a adotar uma concorrência agressiva para conseguir a matéria prima, fazendo com que os preços subissem, acompanhando a concorrência crescente. A partir do mês de julho, com a recuperação sazonal da produção de leite, o processo altista perdeu fôlego.

Enquanto isso, o BCRA manteve a média do dólar em 42,5 pesos em julho. No entanto, logo depois das eleições primárias (PASO) a cotação da moeda norte americana disparou, podendo superar os 56 pesos por dólar, o que irá derreter o preço do leite em dólar.

O preço do leite longa vida caiu pelo terceiro mês consecutivo nos supermercados do país.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER