Com o objetivo de debater a perda de competitividade do setor lácteo gaúcho, será realizada, no dia 20 de abril, uma audiência pública no Memorial do Legislativo, na Rua Duque de Caxias, em Porto Alegre (RS).
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Foto: Pixabay License

Com o objetivo de debater a perda de competitividade do setor lácteo gaúcho, será realizada, no dia 20 de abril, uma audiência pública no Memorial do Legislativo, na Rua Duque de Caxias, em Porto Alegre (RS). O requerimento foi aprovado na quarta-feira (6) pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, e já havia sido acolhido pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo no dia 24 de março. Com isso, há a possibilidade de que possam ocorrer até duas audiências para tratar da carga tributária desigual enfrentada pelo segmento e agravada com a implementação do Fator de Ajuste de Fruição (FAF). 

Dados da Emater/RS dão dimensão do momento por qual passa o setor. No período de 2015 a 2021, o contingente de produtores gaúchos que entregam leite para as indústrias caiu mais de 44.000, enquanto o número de vacas leiteiras diminuiu mais de 304.000.

“O estado está mantendo a fruição e isso tem afetado diretamente a competitividade do setor frente a outros estados. Em consequência, o produtor está abandonando a atividade leiteira. O governo precisa entender que não podemos mais perder competitividade para outros estados, a exemplo do que acontece frente a Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais. É questão de manter a indústria em funcionamento”, diz o secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat/RS), Darlan Palharini.

Na reunião de quarta-feira, que ocorreu no formato híbrido (presencial e virtual), o deputado estadual Zé Nunes (PT) salientou que a realização da audiência é muito significativa para o setor leiteiro. “Reforço esse pedido para que o governador atenda esse setor e que possamos conversar definitivamente sobre essa questão que é muito séria e impacta muitos municípios do nosso estado”, destacou.

“Enxugar gelo”. Você já sentiu essa interminável sensação?

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER