Banco do Povo incentiva maior crescimento da cadeia produtiva de leite, diz diretor – eDairyNews Últimas notícias
Rondônia |8 noviembre, 2018

Leite | Banco do Povo incentiva maior crescimento da cadeia produtiva de leite, diz diretor

Produção de leite do estado é de 2.800 milhões de litros de leite/dia, mas a necessidade é de no mínimo 5 milhões/dia afirma diretor da instituição

O Banco do Povo, que trabalha em parceria com o Governo de Rondônia, Prefeituras, Associações Comerciais, Câmeras Lojistas e outras instituições, em favor dos pequenos empreendedores, está trabalhando fortemente para incentivar ainda mais a cadeia produtora de leite do estado.

A afirmação é do diretor financeiro do Banco em Porto Velho Manoel Serra. De acordo com ele, a produção de leite hoje no estado é de 2.800.000.00 (dois milhões e oitocentos mil) litros de leite/dia, mas a necessidade é de no mínimo 5 milhões/dia. “Ao todo, são 59 laticínios, mas muitas indústrias ainda compram leite em pó para não parar suas unidades de atendimento”, revela.

Em busca de atingir melhores índices e ajudar ainda mais na geração de renda dos pequenos produtores, Manoel Serra relata que, através do Pro-Leite, o Banco do Povo está repassando recursos voltados especificamente para este fim. Ele explica que atualmente, cerca de 150 produtores familiares têm matrizes financiadas através do Programa.

Os juros baixos, carência para começar a pagar, e a facilidade de acesso, oferecidos pelo Banco, são os elementos necessários para que todos tenham acesso aos créditos, destaca, acrescendo que, também estão sendo estudadas, parcerias com a Federação do Comércio, Agricultura e Senar do Estado, para que os benefícios se ampliem neste sentido.

O diretor ressalta também que outras cadeias produtivas vêm sendo trabalhadas pela entidade como a do: café e da piscicultura.

33 cidades e várias frentes de atuação

Conforme salienta Manoel Serrra, com 10 anos de existência, o Banco do Povo de Rondônia está em 33 cidades, mas chega aos 52 municípios e distritos através das agências móveis e itinerantes, que são administradas por duas Ocips: Fundo de Apoio ao Empreendedor Popular de Ariquemes (Faepar) com 15 unidades e a Associação de Crédito Cidadão de Rondônia (Acrecid) com 18.

Entre os municípios beneficiados estão: Ariquemes (onde está instalada a Sede Matriz) e todo o Vale do Jamari, Ji-Paraná, Jaru, Presidente Médici, Ouro Preto D´Oeste, Guajará-Mirim, Porto Velho, Candeias do Jamari, Cacoal, Ministro Andreaza Vilhena, Colorado D´Oeste, Cerejeiras, Rolim de Moura, Alta Floresta, Brasilândia, São Felipe, Primavera do Oeste, São Miguel do Guaporé, São Francisco, Costa Marques, entre outros.

Ainda segundo o diretor, a atuação do Banco do Povo nestes municípios tem sido uma referência no estado. “Temos entre as duas entidades parceiras, mais de 40 projetos sendo desenvolvidos no estado de Rondônia em diversas atividades como: Atelier de Costura, Oficinas Mecânicas, Lanternagem, Borracharias, Hortifrutigranjeiros, Hidroponia, floristas, Restaurantes, Pequenos criadores de Gado de Corte e de Leite, Viveiros, atividades de Lazer e entretenimento. É uma infinidade de pequenos empreendedores que na maioria das vezes não têm acesso a grandes bancos. O pequeno empresário, ou pequeno investidor, é o grande para nós e temos uma equipe preparada para atendê-los com sistema de interligação em todo o estado”, explana, complementando: “Somos praticamente uma incubadora de pequenos empreendedores. Eles chegam aqui pequenos, e quando conseguem ‘andar com as próprias pernas’ podem seguir seus caminhos com apoio de instituições financeiras maiores”.

Linhas de crédito

Preenchendo os requisitos, que são simples e podem ser feitos até para pessoas físicas, o cidadão saí com o cheque na mão e pronto para investir. Os valores, explica Manoel Serra, vão de 300 até 10 mil reais, “mas já existe um Projeto de Lei em andamento para elevar o valor até R$ 30 mil, que pode inclusive ser aprovado até o próximo ano”, revela.

Feito o primeiro empréstimo e quitado, o diretor afirma que o interessado tem a possibilidade de fazer um novo de igual valor ou maior, dependendo da necessidade. Outra opção exemplificada por ele são os créditos liberados através das Cooperativas. “Cada membro pode, por exemplo, emprestar até R$ 10 mil, e se for uma Cooperativa de 10 pessoas, cada um faz o empréstimo, ou seja, chegar a um valor de até R$ 100 mil”, cita.

Os valores, completa, são analisados caso a caso, conforme resultado da entrevista econômica, por isso, o Banco do Povo vive de casa cheia.

“Nosso interesse não é só colocar a mão no dinheiro do pequeno empreendedor, mas acima de tudo, que ele tenha sucesso”, resume.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas