Uma parceria entre 3 cooperativas (Frisia, Castrolanda e Capal) investiu 84,5 milhões de euros na construção de uma grande fábrica de queijo na cidade de Ponta Grossa, estado do Paraná, Brasil.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
brasil
A CONSTRUÇÃO DE UMA MEGA FÁBRICA DE QUEIJO JÁ COMEÇOU. FOTO: DANIEL AZEVEDO
A fábrica de quesos, chamada Queijaria Unium, será uma das maiores do país e será equipada com alta tecnologia. Atualmente, está 30% completo.

Prevê-se que ele comece a operar no primeiro semestre de 2024 e gere 66 empregos diretos e 1.570 indiretos. Em plena capacidade, a instalação poderá processar até 3.000 toneladas de produtos lácteos por mês.

“Espera-se que as atividades industriais ocorram no primeiro semestre de 2024. A instalação precisará de 600.000 litros de leite por dia”, disse o diretor comercial da instalação, Egídio Maffei.

Segundo Maffei, a estrutura será capaz de agregar ainda mais valor aos produtos frescos, gerando ainda mais renda para os parceiros. Diariamente, o projeto prevê 96 toneladas de produtos e subprodutos a cada 24 horas.

Com soluções tecnológicas de última geração, a unidade estabelece qualidade e modernidade para a indústria leiteira brasileira. “O setor agora alcançará um novo nível de tecnologia e alta eficiência”, diz ele.

The plant will produce mozzarella, cheddar, cheese paste, salt and unsalted butter and powdered whey. Photo: Daniel Azevedo

A fábrica produzirá mozzarella, cheddar, pasta de queijo, manteiga salgada e não salgada e soro de leite em pó. Foto: Daniel Azevedo

A fábrica de queijo também pode diversificar a gama de produtos, ou seja, 80 toneladas de diferentes variedades de queijo e 40 toneladas de soro de leite em pó. A planta industrial produzirá mozzarella, cheddar, pasta de queijo, manteiga salgada e sem sal, e soro de leite em pó.

“Acompanhando o crescimento da produção de leite de nossos cooperados, o grupo foi adiante e buscou uma solução lucrativa para mostrar aos membros que este excedente será transformado em produtos de alto valor agregado”, explica Egídio.

The factory will be a high-tech facility. With 30% complettion currently, the plan is to start operating in the first half of 2024. Photo: Daniel Azevedo

A fábrica será uma instalação de alta tecnologia. Com 30% de conclusão atualmente, o plano é começar a operar no primeiro semestre de 2024. Foto: Daniel Azevedo

Boletim de Preços
Informe com análise e acompanhamento das variações de preços de indicadores de interesse da cadeia do leite.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER