Melhoramento natural de raças, manejo genético e aprimoramento constante dos processos de reprodução garantem produção linear de leite de búfala ao longo do ano
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Melhoramento natural de raças, manejo genético e aprimoramento constante dos processos de reprodução garantem produção linear de leite de búfala ao longo do ano

Com início em novembro, a entressafra de leite de búfala é um verdadeiro desafio para o setor de laticínios. Neste período, que dura até meados de janeiro, a produção de leite é reduzida ou até interrompida, levando os fabricantes de laticínio de búfala a uma queda de até 100% em seus estoques. Pioneira na fabricação de produtos premium com leite de búfala, a Búfalo Dourado encontrou o equilíbrio perfeito entre a comercialização de laticínios e a produção de leite, que ocorre o ano todo, inclusive na entressafra.

Por meio de estratégias inovadoras e sustentáveis, a fazenda Sesmaria, localizada em Amparo, interior de São Paulo, abriga um rebanho de aproximadamente 500 cabeças de bubalinas e produz 45 mil litros de leite de búfala por mês para fabricação de 5,5 mil quilos de laticínios premium. Para garantir a produção contínua, de alta qualidade, e sem estresse para o rebanho, a Búfalo Dourado desenvolveu um processo de melhoramento natural de raças, como manejo genético, acompanhamento das fêmeas e seleção natural dos animais com melhor desempenho (que ordenham sem o bezerro ao pé e sem uso de ocitocina).

A empresa também realiza o aprimoramento constante dos processos de reprodução por meio dos métodos IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo) e FIV (Fertilização em Vitro). Com isso, a fazenda Sesmaria não enfrenta a entressafra de leite – as búfalas têm seus filhotes durante o ano todo, tornando a produção linear.

Com animais da raça Mediterrâneo, a Búfalo Dourado investe constantemente na saúde do rebanho. “Para reduzir o estresse das búfalas, elas ficam soltas no pasto a maior parte do tempo e recebem alimentação balanceada, com minerais e vitaminas. Antes da ordenha, elas recebem uma chuva artificial e vento, para baixar a temperatura corporal, o que torna o processo mais tranquilo. Todas as etapas são monitoradas por nossos veterinários e possuem elevado padrão de controle de qualidade”, explica Fábio Cotrim, Diretor da Fazenda Sesmaria.

Mercado Promissor

Na contramão da crise econômica causada pela pandemia de coronavírus, o mercado de laticínios manteve o nível de vendas e tem mostrado crescimento em alguns setores. Segundo pesquisa do Centro de Inteligência do Leite (CILeite), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realizada entre 23 de abril e 3 de maio com mais de 5 mil pessoas, produtos como queijos, manteiga, leite e iogurte apresentaram aumento no consumo durante a quarentena. O principal crescimento ocorreu entre os queijos, com 17%, seguido de manteiga (16%), leite condensado (14%) e creme de leite (13%).

A Búfalo Dourado registrou um crescimento de 10% no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. “O destaque da produção é a burrata de búfala, que vem ocupando um espaço cada vez maior, aproximando-se das vendas de mozzarella de búfala fresca, produto líder de vendas da Búfalo Dourado, que corresponde a 50% da produção. Atualmente, são comercializadas 50mil burratas por mês, sendo que há cinco anos o produto quase não era conhecido no país”, comenta Ricardo Cotrim, CEO da Búfalo Dourado.

A empresa segue firme na sua estratégia de crescimento e anuncia o lançamento de quatro novos produtos premium até o fim do ano. A expectativa da companhia é de R$ 25 milhões em vendas em 2020.

Sobre a Búfalo Dourado

Pioneira na fabricação de mozzarella de búfala no Brasil e na produção de alimentos produzidos 100% com o puro leite de búfala, a Búfalo Dourado – do mesmo grupo de Cruzilia, Lac Lelo, Fazenda Sesmaria e Dona Búfala – conta com um rebanho 100% criado livre a pasto, considerado um dos maiores produtores de leite de búfala do País.

De acordo com estudos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o leite de búfala possui ainda mais cálcio, vitamina A e menor concentração de colesterol do que o leite de vaca, apresentando-se como uma opção mais nutritiva e saudável.

Com tecnologia de ponta e procedimentos adquiridos com os mais tradicionais queijeiros italianos, a marca controla todo o seu processo produtivo, cuidando desde o plantio dos alimentos para o rebanho até a entrega dos produtos industrializados em caminhões próprios climatizados.

Localizada em Amparo, no Estado de São Paulo, a Fazenda Sesmaria foi totalmente planejada visando o bem-estar dos animais, a alta produtividade do rebanho e a qualidade na produção de leite, queijos e laticínios especiais. A marca vem expandindo cada vez mais seu portfólio, se posicionando como líder no mercado premium de produção de laticínios feitos com leite de búfala no País.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER