Produtores tem até o dia 15 de julho para declarar a vacinação do rebanho. Segundo Idiarn, RN tem rebanho bovino de cerca de 950 mil animais.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Campanha de vacinação começa nesta segunda-feira (1) — Foto: Assessoria Idiarn

Campanha de vacinação começa nesta segunda-feira (1) — Foto: Assessoria Idiarn

Começa nesta segunda-feira (1º) a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Norte para 2020. De acordo com o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), é obrigatória a vacina em bovinos e bubalinos de todas as idades. A campanha acontece durante todo o mês de junho.

A vacina deve ser comprada pelo produtor, que é cadastrado no Idiarn, em uma das lojas autorizadas. Após a compra, ela deve ser aplicada nos animais e o produtor tem até o dia 15 de julho para declarar a vacinação no rebanho em um dos escritórios do Idiarn ou nas secretarias municipais de agricultura. De acordo com o Instituto, o RN tem atualmente um rebanho bovino de cerca de 950 mil animais.

Na segunda etapa da campanha da vacinação contra a febre aftosa de 2019, o Rio Grande do Norte imunizou 94,54% do rebanho. De acordo com o Idiarn, esses números permitem que o estado se mantenha livre da doença.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.

O produtor pode ver quais as lojas cadastradas e outras informações no site do Idiarn.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER