Após registrar queda por dois meses consecutivos, o preço do leite UHT aumentou 5,77% nas indústrias
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Após registrar queda por dois meses consecutivos, o preço do leite UHT aumentou 5,77% nas indústrias

O índice de captação de leite apresentou decréscimo de 8,65% ante o mês passado. O recuo na oferta da matéria-prima foi pautado pela greve dos produtores da região oeste de
Mato Grosso. As informações são do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

No mercado atacadista, após registrar queda por dois meses consecutivos, o preço do
leite UHT aumentou 5,77% nas indústrias. Em contrapartida, o queijo muçarela seguiu em
tendência de queda, de 1,46% no comparativo mensal.

Com a valorização no preço do leite pago ao produtor, a relação de troca da matéria-prima com o farelo de soja melhorou, pois decresceu 9,08% no comparativo mensal e fechou em 1,50 mil l/ton.

Receba as manchetes do Agora Mato Grosso no seu WhatsApp. Envie um Oi para (66) 98137-1114.

A alta no dólar limitou as importações de produtos lácteos, logo, em março de 2021 a demanda interna por derivados internacionais caíram 1,30% no comparativo mensal.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER